Notícias › 14/02/2017

Lideranças juvenis diocesanas planejam 2017

JuvaO Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3 da CNBB reuniu, neste final de semana (dias 11 e 12), articuladores, assessores e comunicadores das dioceses para um encontro de encaminhamentos das ações planejadas para 2017 em âmbito nacional, regional e diocesano. Ao longo do ano ocorrerão formações e encontros de multiplicadores e lideranças nas dioceses e províncias, além de missões e participação em atividades que reunirão assessores e jovens de todo o país. Todas essas experiências que vêm sendo vivenciadas desde 2016 – quando iniciou o trabalho com o Plano Bienal que tem como tema transversal o cuidado com a vida – serão partilhadas durante o Seminário de Práticas de Evangelização da Juventude, que ocorrerá dias 26 e 27 de agosto, em Santa Maria.

O encontro ocorreu na Casa da Juventude Marista, em Porto Alegre, e contou com a participação de cerca de 50 lideranças que atuam nos setores juventude das dioceses do estado. Uma das primeiras atividades da manhã de sábado foi uma palestra com o ex-seminarista Altemir Schwuarz, que relembrou os principais atos da história da salvação para falar sobre a importância de saber onde estamos para chegar aonde queremos.

Ainda pela manhã, a coordenadora Irmã Zenilde Fontes contou a história do Serviço desde a sua criação, em 2010, passando pela elaboração da marca Eai?Tchê até chegar ao Plano Bienal 2016-2017. Em seguida, foram construídos três caminhos, que representam os processos de formação, estruturas de acompanhamento e missionariedade, para relembrar as principais ações planejadas em conjunto e partilhar o que as dioceses estão preparando para este ano.

Dom Adilson Busin falou sobre a importância desse momento de partilha. “Aqui temos a expressão de uma igreja que é comunhão, que é corpo de Cristo. Muitos jovens conhecem Jesus, mas não fazem comunhão”, disse o bispo referencial que acompanhou o encontro.

Um bate-papo com transmissão ao vivo pelo Facebook oportunizou que os jovens discutissem questões ligadas ao cuidado com a vida. As dúvidas foram esclarecidas por Dom Adilson, pela Irmã Zenilde Fontes, pelo Irmão Valdícer Fachi e pela Irmã Cassiana Ferreira, que também falou sobre a Campanha da Fraternidade 2017, cujo tema é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”.

“Essa conversa foi muito boa porque trouxe também assuntos que são tabu e que, para mim, foram esclarecidas”, disse o comunicador Jean Jacobi, da Diocese de Santo Ângelo.

No domingo, ocorreram reuniões por grupos de assessores, articuladores e comunicadores com os referenciais, além das discussões conjuntas para definição de encaminhamentos. A Missa de encerramento foi celebrada por Dom Adilson e concelebrada pelo Diácono Carlinhos, assessor da Diocese de Cachoeira do Sul.

Seminário de Práticas de Evangelização

A tarde de sábado foi dedicada às discussões sobre o Seminário de Práticas de Evangelização da Juventude e as dioceses falaram sobre as experiências que serão apresentadas em agosto, depois de refletirem sobre como essas práticas impactam nas pessoas envolvidas, na igreja local e no contexto social onde está inserida.

De acordo com a Ir. Zenilde, o Seminário será o ato central do caminho percorrido pelo conjunto das Dioceses neste biênio.  “Será o momento de deixar emergir intuições e perspectivas para continuar o aprofundando no caminho de evangelização da Juventude em nosso estado. Cada Diocese é convidada a partilhar uma prática gestada, realizada, refletida e avaliada como Setor Juventude diocesano e na comunidade, nos grupos de jovens”, destaca.

Por Daiane Madruga – Voluntária

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.