Notícias › 29/06/2017

281ª Festa de São Pedro destaca fé, bênção e oração

“Precisamos redescobrir a fé, a esperança para continuar a caminhada, para que possamos ter uma cidade melhor, menos violenta e com mais oportunidades”. A Afirmação do padre Raphael Pinto, pároco da Catedral, resume ao sentimento da maioria dos devotos que caminharam pelas ruas de Rio Grande na manhã de hoje (29 de junho) na procissão de São Pedro, que chegou às docas do Mercado, onde houve missa festiva presidida pelo Bispo da Diocese do Rio Grande, Dom Ricardo Hoepers.

A procissão saiu da Catedral de São Pedro às 9h30min. Depois de circundar a Praça Tamandaré, passou pela sede da Colônia de Pescadores Z1, onde Dom Ricardo, diante da imagem de São Pedro, abençoou todos os trabalhadores do mar. Em frente à Santa Casa de Rio Grande, o presidente e Bispo Emérito do Rio Grande, Dom José Mário Stroeher, agradeceu a colaboração das equipes de tralho e pediu a bênção de Dom Ricardo.

Durante a procissão, os dois bispos dirigiram-se ao cais do Porto, onde abençoaram barcos e pescadores. A chuva, que desde a véspera havia chegado em Rio Grande, deu trégua no início da caminhada e só foi se intensificar ao final da missa festiva, celebrada sob toldos montados ao lado do Mercado Público.

Fé, verdade, plano de Deus e paz

Em sua Homilia, Dom Ricardo Hoepers , começou falando de fé, o bem mais precioso que deve ser ensinada aos filhos. Inspirado pelas leituras, logo falou sobre a verdade que está além nós e que é revelada por Deus. “Não São padre RG1tenha medo de defendê-la. A verdade dói porque revela quem nós realmente somos”, afirma. Sobre o Evangelho segundo João, capítulo 21, Dom Ricardo comentou sobre as três vezes que Jesus perguntou a Pedro se ele o amava e a missão de apascentar as Sua ovelhas, passada ao discípulo pescador que foi o primeiro Papa.

“Mesmo que, no início, pareça obscuro o que Deus tem para nós, não tenha medo, porque ele vai oferecer o suporte”, conclui Dom Ricardo. Citando o exemplo de coerência e simplicidade do Papa Francisco, o atual seguidor de São Pedro, o Bispo do Rio Grande pediu orações pela paz e deixou um recado final: “Vamos cumprir a missão que Deus nos confia, como São Pedro e o Papa Francisco”.

Por Stela Vasconcellos – Jornalista

Diocese do Rio Grande

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.