WEBMAIL

CNBB realiza I Encontro com Parlamentares Católicos

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou nos dias 16 e 17 de setembro, o I Encontro de Parlamentares Católicos a serviço do Povo Brasileiro. Na abertura do evento, foi destacada a busca pelo diálogo e pela “política melhor” apontada pelo Papa Francisco na carta encíclica Fratelli Tutti. Em sua fala, o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, destacou que a Igreja apoia e investe em tudo o que pode promover e garantir a ‘política melhor’, como acentuou o Papa no capítulo V do documento sobre a Fraternidade humana e a amizade social.

Para dom Walmor Oliveira de Azevedo, o I Encontro de Parlamentares Católicos a serviço do Povo Brasileiro “é uma aposta na eficácia do diálogo como instrumento de construção de entendimentos e respostas novas na reconstrução da sociedade brasileira nos trilhos da justiça e da paz à luz dos valores e princípios do Evangelho de Jesus Cristo”.

O arcebispo falou do empenho e do investimento da Igreja Católica no Brasil em promover o diálogo e a tarefa de “fecundar e iluminar a tarefa política com os valores do Evangelho”.

O ápice do encontro é a promoção do diálogo, segundo dom Walmor, para que parlamentares digam o que esperam da Igreja e “se deixem interpelar ao ouvir o que a Igreja também deles espera”. Esse diálogo permanente, continua, “permite o aperfeiçoamento do serviço na política e nutre a esperança de um novo tempo, ao se tocar mentalidades, na medida de redimensionamento de critérios pelos confrontos a partir de valores e princípios”.

O encontro teve a participação de cerca de 80 parlamentares, entre vereadores, deputados estaduais e federais e senadores. Do Rio Grande do Sul, participou o vereador Julio Cesar Pereira da Silva, da Diocese do Rio Grande, que já está no 5º mandato.

Também participou como orador Dom Ricardo Hoepers pela Comissão Episcopal Vida e Família, da CNBB. Dom Ricardo pediu lucidez e bom discernimento aos legisladores católicos ao elaborar as leis e ao aprová-las.

Com informações da CNBB e da Diocese do Rio Grande