Bispos › 02/05/2017

55ª Assembleia Geral Ordinária da CNBB

Dom Adelar Baruffi – Bispo de Cruz Alta

A 55ª Assembleia Geral Ordinária da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, está acontecendo de26 de abril a 05 de maio, em Aparecida – SP. A Assembleia, por si mesma, é uma grande manifestação da colegialidade do episcopado no Brasil. Somos 276 Circunscrições Eclesiásticas, com mais de 300 bispos na ativa e por volta de 170 eméritos. Como nos diz a Escritura, “como é bom, como é agradável para irmãos viverem juntos” (Sl 132,1). Expressamos a diversidade da riqueza cultural e a pluralidade das manifestações da mesma fé que nos une. Rezamos e celebramos juntos. Iniciamos o dia celebrando a eucaristia com os peregrinos que vão ao Santuário da Mãe Aparecida. E, neste ano, assume um significado especial, pela celebração dos 300 anos da devoção a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. Tivemos, também, o retiro, realizado nos dias 29 e 30 de abril. Foi orientado por Dom Bernardo Bonowitz, OCSO (Abade Trapista). A Assembleia quer ajudar a criar comunhão num mesmo projeto evangelizador, que seja resposta aos desafios do nosso tempo e que se concretiza em cada Diocese.

Neste sentido, o tema central da Assembleia é a Iniciação à vida cristã: um processo formativo do discípulo missionário de Jesus Cristo.  Todos nós sabemos que o tempo em que vivemos pede novos métodos de evangelização. Passou o tempo em que as pessoas “nasciam” cristãs e iam adotando, naturalmente, as maneiras de pensar, os comportamentos e as práticas do meio religioso ao qual pertenciam. Era um cristianismo herdado, transmitido como tradição familiar e social. Instituições como a família, escola e Igreja era fortes e exerciam um papel formador essencial. Basta recordarmos como foi até pouco tempo a educação religiosa de nossos católicos. Mas hoje o mundo está diferente e ser católico não é mais algo que acontece de forma tão automática. Precisamos de um novo tipo de evangelização para que as pessoas possam de fato fazer uma verdadeira opção por Jesus, encantar-se por Ele e assumir seu projeto do Reino, numa comunidade eclesial.

Como resposta a tal realidade, temos agora uma série de iniciativas renovadoras em quase todas as dioceses, paróquias e comunidades. Estão em curso promissoras experiências de renovação pastoral da iniciação cristã. As atuais Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil afirmam a urgência da Iniciação à Vida Cristã.Toda a comunidade eclesial está empenhada em acolher e formar os filhos gerados pela fé, através do batismo. O texto bíblico inspirador é o da Samaritana (Jo4, 4-41) que, no poço, se encontra com Jesus. Este lhe oferece “água viva”, que sacia a sede que se encontra no coração humano e se torna fonte a transbordar, produz vida. Este anúncio, que sempre é um encontro com Jesus Cristo, precisa ser proposto de maneira a encantar as pessoas, para que se decidam a segui-lo.

Destacamos, ainda, os informes das diversas Comissões Episcopais Pastorais e um olhar para a realidade do nosso Brasil. Também, através do texto “Pensando o Brasil: Educação”, olha-se para o cenário da educação no Brasil e apontam-se alguns caminhos para superação dos desafios. Importante registrar ainda, a II Romaria Nacional da Juventude, que aconteceu nos dias 29 e 30 de abril, em Aparecida. Este evento não faz parte da Assembleia, mas acontece concomitante, visando a aproximação dos bispos com nossas juventudes.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.