Bispos › 21/06/2017

Alegrar-se com a sua presença

Dom José Gislon – Bispo Diocesano de Erexim

As celebrações do nosso povo são caracterizadas por diferentes realidades neste nosso imenso País. Mas algumas festas, marcadas pelo folclore e pela religiosidade popular, envolvem a vida de muitas pessoas e comunidades neste final de semana quando recordamos a natividade de São João Batista.

Ele é recordado como o precursor do Messias, um presente de Deus para Zacarias e Izabel, seus pais, que tanto tinham suplicado ao Senhor para ter um filho. A notícia de que seria mãe libertou Isabel do constrangimento da esterilidade, que era vista também como um sinal de castigo na sociedade da época. Mas fez Zacarias viver num profundo silêncio até o seu nascimento, por ter duvidado da graça de Deus.

João, o filho tão esperado, veio ao mundo para viver a bela e difícil missão de profeta. O profeta é alguém escolhido por Deus para estar ao seu serviço. Ele escuta a sua Palavra e orienta o povo na fé, nos caminhos da paz, da justiça e da fraternidade, mas também sabe acolher no seu coração e colocar diante do Senhor, o clamor, a dor, as angústias, a esperança e o sofrimento do povo. João Batista foi predestinado desde o ventre de sua mãe para uma missão especial, levar Israel à conversão. Enquanto precursor, ele devia preparar o povo para a vinda do Senhor. Ele foi um homem que se despojou das vaidades humanas, para viver sua missão de servir o Senhor. Na sua rusticidade, estava a sua liberdade e a fidelidade de um homem cheio do Espírito Santo desde o ventre materno, que pulou de alegria ao receber a visita do Messias ainda no seio de Maria.

Que a alegria das celebrações da natividade de João Batista possa ir muito além da fogueira, das bandeirinhas, da dança de quadrilha e dos balões. Que estas festividades possam realmente aquecer o nosso coração, com o fogo do Espírito Santo que manifesta a presença do Senhor Jesus em nossa vida. A visita do Messias é uma missão que liberta o povo de Deus das trevas e conduz pelos caminhos da paz, da justiça e da fraternidade.

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.