WEBMAIL

Em Bagé, campanha ‘É Tempo de Cuidar’ mobiliza paróquias

 Em uma emergência, emerge o verdadeiro coração de uma pessoa. (Cardeal Luís Antônio Tagle)

Neste tempo de Pandemia, o melhor remé­dio é a solidariedade e a fraternidade. Por isso, a Diocese de Bagé, vem re­alizando, juntamente, com a Cáritas Diocesana, algumas atividades com o objetivo de ser uma presença solidária e fraterna a tantas famílias que estão sofrendo neste período.

Na Paróquia Nossa Senhora da Luz, em Pinheiro Machado, foi lançada uma campanha de coleta de gêneros alimentícios, material de higiene pessoal e limpeza. Segundo a comunidade paroquial, “é nosso dever estar atentos e a postos para sermos suporte e referência, principal­mente, às pessoas em vulnerabili­dade social”.

Até o momen­to a paróquia já recebeu uma tonelada de alimentos, graças à articulação de vários grupos, artistas e con­tribuições individuais, possibilitando o atendimento de 255 famílias, com a doação de cestas básicas.

No local, existe também uma padaria comunitária, desativada desde 2015. Em parceria com o Cen­tro de Referência da As­sistên­cia Social do município, a padaria foi reativada e agora conta com um padeiro responsável. A comunidade auxiliou também na busca de voluntárias para auxiliar na produção de alimentos e no cadastro das famílias que seriam beneficiadas com a distribuição dos pães. Atualmente, a iniciativa atende 60 famílias – 265 pessoas, com uma produção diária de 300 pães.

Na mesma paróquia, acontece ainda o projeto “Mão que lava a outra”, que tem como foco a produção de sabão em barra para a distribuição para as famílias que receberão as cestas básicas.

Santa Margarida do Sul, São Gabriel, Candiota e Bagé

Nas cidades de Bagé, São Gabriel, Candiota e Santa Margarida do Sul, as comunidades paroquiais também estão mobilizadas para a confecção de máscaras e distribuição de alimentos às famílias, mapeando os necessitados e contando com o apoio da comunidade local.

Dom Pedrito

Já na paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Dom Pedrito, a comunidade vem promovendo almoços solidários para as famílias cadastradas. No dia 21/04 aconteceu o primeiro, em parceria com a Igreja Luterana. Neste dia, foram entregues 150 pratos às famílias em vulnerabilidade social. Já no Dia do Trabalhador, 1º de maio, foi realizado o segundo almoço, na Comunidade Santa Maria, onde foram servidos mais 150 pratos às famílias do local.

Com informações da Diocese de Bagé