Notícias › 27/10/2016

Carta ao povo de Deus do Rio Grande do Sul

“Está na Hora dos Leigos e das Leigas” (Papa Francisco).

Nós, cristãos leigos e leigas do Conselho Nacional do Laicato do Regional Sul 3, que abrange as 18 Dioceses e Arquidioceses no Rio Grande do Sul, reunidos/as em Assembleia Geral Ordinária, nos dias 22 e 23 de outubro de 2016, vimos, com a alegria do Evangelho e disposição missionária, manifestar o que segue:

1. Nosso reconhecimento e gratidão aos bispos do Brasil pelo recente doc. 105, “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade”. Ele nos anima e fortalece na identidade, vocação, espiritualidade e missão, alimentando a esperança de sermos uma Igreja viva, em saída e atuante, profética e misericordiosa a serviço do Reino de Deus.

2. Constatamos a necessidade e urgência de um laicato maduro, comprometido com a conversão pastoral da Igreja e com transformação social, exercendo de forma corresponsável os carismas, ministérios e serviços cristãos no mundo.

3. Muito nos preocupa a conjuntura socioeconômica, política e cultural pela qual passa o nosso país, com ameaças de aumentar a exclusão, a miséria, a violência, com a perda de direitos conquistados a duras penas. Reiteramos o que afirma a nota emitida pela Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da CNBB, de 19 de outubro de 2016. “Entendemos que as propostas de reforma trabalhista e terceirização, reforma do Ensino Médio, reforma da Previdência Social e, sobretudo, a Proposta de Emenda Constitucional, PEC 241/2016, que estabelece teto nos recursos públicos para as políticas sociais, por 20 anos, colocam em risco os direitos sociais do povo brasileiro, sobretudo dos empobrecidos.”

4. Conclamamos a todos os cristãos leigos e leigas para conhecerem e assimilarem deste documento, que nossos bispos nos apresentam, buscando a formação e a organização nos Conselhos de Leigos e Leigas para que possamos ser “verdadeiros sujeitos eclesiais” na Igreja e na Sociedade, atuando como “fermento, sal e luz” como nos envia o próprio Senhor e Mestre Jesus Cristo.

Que Maria, mãe da Igreja, exemplo de discípula missionária, junto com José, acompanhe a todos/as os/as leigos/as, toda Igreja, fazendo sempre ecoar em nossos corações as suas palavras: “Fazei tudo o que Ele os disser!” (Jo 2,5)

Porto Alegre, 23 de outubro de 2016

Edi Rossi Pradier
Coordenadora do CNLB Sul 3

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.