Notícias › 03/10/2017

Fórum Ecumênico envolve o Vale do Taquari

reformasetezdO amanhecer radiante deste domingo, do dia 1º de outubro, em Estrela, deu o tom da grande Celebração Ecumênica, sob o tema “Para que todos sejam um” (Jo 17,20), promovida pelo Fórum Ecumênico do Vale do Taquari, que envolveu centenas de católicos e luteranos, além de autoridades civis de diversos municípios, para comemorar os 500 anos da Reforma Protestante.

A solenidade teve início no Parque Princesa do Vale, com a participação do Prefeito Municipal de Estrela, Rafael Mallmann e do vice-prefeito, Valmor Griebeler, na abertura conduzida pelo padre Eduardo Schuster e pelo pastor Marcio Franck.

Na sequência, fieis cristãos das duas denominações religiosas seguiram em procissão, com cânticos, orações e reflexões, até o Centro Comunitário Cristo Rei, onde rezaram nos moldes da liturgia da Celebração conjunta dos 500 anos da Reforma, com o Papa Francisco pela Igreja Católica, o Bispo Munib Younan e Reverendo Martin Junge pela Federação Luterana Mundial em 31/10/2016, em Lund, na Suécia.

Tanto o pastor Gilciney Teztner, quanto Dom Aloísio Dilli, bispo da Diocese de Santa Cruz, a quem coube a reflexão a partir do Evangelho de João 15, 1-15, ressaltaram que não se comemora a ruptura na Igreja nem a separação dos grupos, mas os benefícios que a Reforma trouxe para a humanidade, bem como a ação da providência divina neste processo. Dom Aloísio destacou que a igreja luterana surgiu de Pentecostes, e não da Reforma.

O pastor Milton Schmidt e o padre Alfonso Antoni conduziram as atividades com os demais clérigos que culminaram com cinco compromissos firmados, apresentados pelas jovens Laura Wink, da juventude luterana e Edoarda Scherer, vice-presidente do CONIC-RS e referencial do ecumenismo na Diocese de Montenegro, mediante a entrega de uma vela para as lideranças sinodais e diocesanas presentes, quais sejam: Dom Aloísio Dilli, bispo da Diocese de Santa Cruz; Pastor Bruno Bublitz, pastor sinodal do Sínodo Centro Campanha Sul- IECLB; Dom Carlos Romulo Gonçalves e Silva, bispo coadjutor da Diocese de Montenegro; Pastor Gilciney Tetzner, pastor sinodalecum1 do Sínodo do Vale do Taquari e o pastor sinodal do Sínodo do Planalto Riograndense, Ricardo Cassen.

Houve momentos de intensa emoção e congraçamento, permeados pela queima de palavras representando as sombras da relação entre as Igrejas, feita por jovens estrelenses; o abraço da paz e a bênção com partilha de cucas (alimento típico da região) realizada pelos clérigos presentes, conduzida por Dom Carlos Romulo. Após a celebração, os presentes foram brindados com uma bela apresentação da Orquestra Jovem do SESI e confraternizaram com alimentos partilhados, no espírito de comunhão que o evento propunha.

 

Por Evanice Luiza Diedrich Schroeder – PASCOM Diocese de Montenegro. Fotos: João André Mallmann (nossadica.com.br).

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.