Notícias › 09/08/2017

Arquidiocese de Porto Alegre promove Encontro de Comunicadores

Perceber as fortalezas e fragilidades da comunicação feita pela Igreja Católica presente na Região Metropolitana de Porto Alegre. Esse foi o objetivo do Encontro de Comunicadores  realizado nesta quarta-feira, dia 9 de agosto, na Cúria Metropolitana. A iniciativa reuniu 24 profissionais na área, que foram convidados para um café da manhã com o bispo auxiliar de Porto Alegre e coordenador da Pastoral da Comunicação da Arquidiocese, Dom Leomar Antônio Brustolin. “Queremos escutar para ver” , destacou Dom Leomar, na saudação inicial, propondo maior proximidade e diálogo com as diversas lideranças da área da comunicação em Porto Alegre e região.

Após uma rápida apresentação e reflexão com base em trechos do discurso do Papa Francisco aos jornalistas em 2013, Dom Leomar falou brevemente sobre a beleza, a bondade e a verdade que pautam toda a comunicaçãocomunicadores Poaa cristã. Também foi apresentado o trabalho desenvolvido pela assessoria de comunicação da Arquidiocese.

O grupo, composto por profissionais de diferentes formações e campos de atuação, inclusive por alguns professores dos cursos de Jornalismo, destacou o exemplo do Papa Francisco como um comunicador que consegue falar para além do público católico. Foi ressaltada a riqueza de “conteúdo” da Igreja, em diferentes aspectos – cultural, histórico, social e espiritual –, e que pode ser mais bem comunicado. A acolhida e a construção de pontes que transmitam a essência e a verdade cristã foram outros pontos bastante citados.

“O encontro favoreceu uma aproximação que permitirá acolher melhor os diversos olhares sobre a comunicação da fé cristã na Região Metropolitana. Identificar a riqueza de conteúdos, propor novas formas de comunicar e, principalmente, focar diferentes públicos para a mensagem, especialmente os afastados da Igreja, foram alguns aspectos relevantes desse evento”, enfatizou Dom Leomar.

Texto e foto: Amanda Fetzner Efrom

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.