Bispos › 16/12/2016

Ele está para nascer…

Dom Remídio José Bohn – Bispo da Diocese de Cachoeira do Sul 

Neste Quarto Domingo do Advento contemplamos Maria grávida pronta para dar à luz. É forte o anúncio da chegada de Deus entre nós, Deus-conosco, Emanuel, concebido em Maria pelo Espíritodom-remidio Santo e acolhido por José, o justo na fidelidade e no amor. Destaca-se a presença de Maria, a escolhida para ser a Mãe de Jesus.

Ninguém melhor do que ela para nos ajudar na preparação para a chegada de seu Filho, nosso Salvador. Ela é a pessoa central e merecedora de nosso culto e devoção. A alegre espera pelo Senhor está no ventre de Maria. E como Igreja, vivendo com ela sua gravidez, geramos vida na comunidade.

 

O nosso olhar de fé dirige-se para o mistério do Filho de Deus que Se faz homem por iniciativa de Deus e do seu Espírito. O mistério de Jesus ter nascido sem que Maria deixasse de ser virgem significa que Jesus, em última instância, não é mera obra humana, mas antes de tudo um presente de Deus à humanidade. Seu nascimento é sinal de que Deus está conosco (Emanuel) para nos salvar. Seu nome, Jesus, significa “Deus salva”.

“José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, pois o que nela foi gerado vem do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho e tu o chamarás com o nome de Jesus, pois ele salvará o seu povo de seus pecados” (Mt. 1,20-21). Maria e José são decisivos nesta entrada do Senhor na história humana. Estes não falam, mas obedecem ao plano que lhes é indicado por Deus e se deixam guiar pelos acontecimentos.

Maria acreditou e colaborou com o plano de Deus. Ela nos ensina, com o seu exemplo, como aproveitar bem estes últimos dias que antecedem a grande festa do amor, como transformar o nosso coração em manjedoura para acolher Jesus, que escolheu o coração humano para fazer sua morada.

Ele só nascerá no coração daquele que lhe der o seu verdadeiro “Sim”, como o fez Maria, acolhendo seu chamado com humildade e pondo-se a serviço da humanidade.   Ele quer, através de nós, continuar sua obra de salvação, curando as feridas deste mundo enfermo e cansado. Os diversos gestos de amor, perdão e solidariedade, que acontecem em nosso meio, são certamente expressão deste amor que o Salvador nos presenteia.

Ele está para nascer… Tem lugar para Ele no seu coração?

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.