WEBMAIL

Falta um mês para 22ª Romaria da Santa Cruz

Expectativa da organização é superar o público da edição anterior, que chegou a 7 mil pessoas

Há um mês da 22ª Romaria da Santa Cruz, que irá acontecer no dia 10 de setembro, em Linha Santa Cruz, na cidade de Santa Cruz do Sul, a motivação nas paróquias para o maior evento religioso da Diocese já começou. São esperadas caravanas de fiéis das 52 paróquias, distribuídas em 40 municípios de abrangência. A expectativa da organização é superar o público da edição anterior, que chegou a 7 mil pessoas.

O Coordenador Diocesano de Pastoral, Pe. Rodrigo Eduardo Hillesheim, destaca a importância do evento religiosos e afirma, que é durante a Romaria que as comunidades se encontram e se unem em torno da Cruz Redentora para celebrar sua caminhada marcada pela fé e pela esperança no crucificado-ressuscitado.

“Na cruz, como canta nosso hino, Jesus ‘revelou-se dom pascal’, amor pela humanidade, entrega total pela nossa salvação. Quando saímos de nossas casas, no segundo domingo de setembro, para participar da Romaria, temos que ter esta convicção: Cristo ‘tinha a condição divina, mas não se apegou a sua igualdade com Deus. Pelo contrário, esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de servo e tornando-se semelhante aos homens. (Filipenses 2, 6-8). Que peregrinamos com o intuito de encontramos Cristo nos irmãos e irmãs”, afirma.

O enfoque da romaria em 2023 será no 3º Ano Vocacional da Igreja no Brasil, que traz o tema: “Vocação: Graça e Missão”, e o Lema: “Corações ardentes, pés a caminho” (cf. Lc 34,32-33). Neste sentido, o reitor do Seminário São João Batista e Coordenador do Serviço de Animação Vocacional (SAV), Pe. Lucas Del Osbel destaca que a escolha do tema é um convite para que os todos fiéis participem, rezem, falem e testemunhem a sua vocação. “Dentro do contexto do Ano Vocacional, todos a partir do Batismo, são chamados a ser Povo de Deus, a tomar a sua cruz e seguir Jesus no caminho que ele pede de cada um de nós siga como discípulos para servir com alegria”, explica.

Programação:

A programação inicia às 8h30min., com acolhida dos romeiros em frente à Igreja Santos Mártires das Missões. Às 9h, começa a caminhada de aproximadamente dois quilômetros até o Seminário São João Batista onde está plantada a cruz da Romaria, no trajeto os peregrinos seguem em oração, louvor e gratidão. Uma Missa será celebrada junto ao Altar-Monumento. Em seguida, ocorre invocação da benção individual da saúde, almoço e apresentações artísticas. O encerramento está previsto para às 13h30min. com benção de envio.

Preparação

A preparação da Romaria inicia nas Paróquias. Durante o mês de agosto a réplica da Cruz Redentora passa pelas comunidades ou está presente nas celebrações da igreja matriz das paróquias para motivar os fiéis a participarem da Romaria. Na sexta-feira, dia 08 de setembro, às 19h30min, acontece a Via-Sacra no Seminário São João Batista. No sábado, dia 09 de setembro, a partir das 14h30min, inicia o Encontro Diocesano de Jovens no Seminário São João Batista.

Infraestrutura

A responsabilidade é das comunidades da Paróquia Santos Mártires das Missões de Linha Santa Cruz. A praça de alimentação irá oferecer espetinho, cachorro-quente, sanduíche natural, bolachas caseiras e bebidas, como refrigerante e água mineral. Haverá oportunidade de confissões e visitação a capela do Seminário, para adoração do Santíssimo Sacramento. Se os romeiros desejarem podem levar cadeiras para sentar. A Romaria acontece em qualquer tempo.

Com informações da Diocese de Santa Cruz do Sul