Bispos › 16/04/2017

Feliz Páscoa no Senhor

Dom Hélio Adelar Rubert – Arcebispo de Santa Maria

Nossa vida cristã é uma caminhada constante. Desde o Batismo, onde morremos para o pecado e renascemos para a vida em Cristo, prosseguimos a caminhada coletiva na luta pelo bem e perseverança no seguimento do Senhor. Como o povo de Israel passou pelo deserto e, nesse tempo, foi provado pela fome e sede, assim também os batizados prosseguem juntos, nos dias de hoje, vencendo crises de fé, dificuldades econômicas e os desafios sociais. Unidos, buscam forças na Palavra da Escritura, nos Sacramentos, na vida comunitária, nas diversas formas de orações e nas obras concretas de misericórdia.

O tempo quaresmal, neste Ano Nacional Mariano, foram cinco semanas de oração, penitência, partilha fraterna e aprofundamento da vida cristã, buscando a inspiração na Palavra de Deus e no exemplo de Nossa Senhora. Maria, aquela que encontrou graça diante de Deus (cf Lc 1,30), foi toda iluminada, se revestiu totalmente da Palavra de Deus e foi a primeira discípula de Jesus, nosso Salvador.

Aquele que foi chamado “Filho do Homem”, quem fez bem todas as coisas (cf Mc 7,37), é Filho de Deus, Senhor e Salvador. Aos pés de sua Cruz, encontra-se a mulher forte, realizada, equilibrada: “Junto à cruz de Jesus, estavam de pé sua mãe e a irmã de sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. Jesus ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: ‘Mulher, eis o teu filho’! Depois disse ao discípulo: ‘Eis a tua mãe’! A partir daquela hora, o discípulo a acolheu no que era seu” (Jo 9, 25-27)

Na Páscoa, Deus Pai, pela Ressurreição do seu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, traz alegria para o mundo. O dia da Páscoa do Senhor foi o dia da luz e da vida, em que, destruída a noite da morte, toda a terra exultou de alegria. A Igreja nascente rejubilou-se, e nós com ela, ao ver de novo nosso Senhor ressuscitado e imortal. A Virgem Maria, que concebeu o Filho acreditando, e acreditando esperou sua ressurreição, é o exemplo da fé com que os discípulos proclamam o Filho da Virgem Maria verdadeiro Deus e verdadeiro homem e, pelo poder de sua Ressurreição, esperam chegar às alegrias da vida eterna (Cf. Missal, Introdução à Missa “A Virgem Maria na Ressurreição do Senhor”, Ed CNBB, 2016).

Exultemos de alegria no Senhor! Feliz Páscoa para todos os seres humanos e toda a obra do cosmos, criada e resgatada pelo Senhor!

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.