Notícias › 24/07/2017

Escola Cristã de Formação Política em Erechim

Cerca de 50 participantes, a Escola Cristã de formação política da diocese de Erexim iniciou suas atividades na manhã deste sábado (22), no Centro de Pastoral, em Erexim (RS).

Pe. Cleocir Bonetti, Vigário Geral da Diocese, em nome do Bispo, acolheu a todos, ressaltando a missão dos cristãos de atuarem nas diversas dimensões sociais da vida, também na política, exercício da cidadania e da gestão doCurso em Ereximn bem comum. Citou o Papa Francisco, para quem a política não é coisa suja, como por vezes se diz e se o é, deve-se à não atuação dos cristãos com espírito evangélico.

Membros da equipe de coordenação da Escola conduziram momento de oração, de apresentação dos participantes e encaminhamentos práticos.

Dom José, chegando de sua viagem a Uruguaiana, onde participou da missa de início do ministério do novo bispo daquela Diocese, também falou ao grupo, ressaltando a importância e a oportunidade desta iniciativa de formação no campo da política. Observou que o testemunho do cristão se dá da porta da igreja para fora, atuando de forma corresponsável na construção da sociedade justa e igualitária, em busca da cidade e da região que se quer. Lembrou que Moisés, ao ser chamado por Deus para libertar seu povo da escravidão, não se sentia em condições. Se não confiava em si mesmo, Deus confiou nele e o guiou para agir em favor de seus irmãos. Concluiu invocando a bênção sobre todos.

O assunto desta primeira das sete etapas da Escola foi compreensão de conceitos de política e análise de conjuntura, com assessoria do Professor Paulo Cesar Carbonari, de Passo Fundo, Ele desenvolveu os seguintes pontos: sentido de política e seus elementos; metodologia de análise de conjuntura e análise parcial da mesma.

Entre os participantes, há vereadores, assessores parlamentares, professores, agentes de pastoral, sindicalistas, funcionários públicos, integrantes de movimentos populares e outros. A maior parte é de Erechim e outros são de Barão de Cotegipe, Ponte Preta, Jacutinga, Entre Rios do Sul, Itatiba do Sul, Erebango, Estação, Gaurama, Getúlio Vargas, Centenário e outras localidades.

A equipe de coordenação é composta pelo coordenador diocesano de pastoral, Pe. Maicon Malacarne e representantes das pastorais sociais, Pe. Adelar De Davi, seu assessor, Ir. Darci  Zacaron, da Cáritas, Amereci Bresolin e Matuzalém Hack, da pastoral carcerária, Clari Cenci, da pastoral da criança, Felipe Toniolo, da pastoral da juventude, Idesse Santin, da pastoral da pessoa idosa, Lucas Farina, dos movimentos sociais, Maria Busatta, da pastoral da saúde.

O assessor, Paulo Cesar Carbonari, nasceu no dia 08 de setembro de 1970, em Rondinha. Cursou Ensino Médio e início da Filosofia com os Padres Carlistas Scalabrinianos, que se dedicam ao trabalho com os migrantes. Concluiu o bacharelado e licenciatura em Filosofia na Universidade de Passo Fundo. Em 1991, iniciou seus 25 anos de magistério em Filosofia na Universidade em que estudou e no Instituto de Filosofia Berthier (IFIBE) dos padres da Sagrada Família de Passo Fundo. Lecionou 5 anos no Curso de Filosofia da URI, em Erechim. Presta diversas assessorias a movimentos populares. É Presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Sul.

Por Pe. Antonio Valentini Neto

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.