Bispos › 18/03/2017

Liturgia da Quaresma com inspiração catecumenal – 2

 Dom Aloísio Alberto Dilli – Bispo de Santa Cruz do Sul

A Iniciação à Vida Cristã é entendida como um itinerário litúrgico-catequético que inicia as pessoas no mistério de Cristo e ajuda a amadurecer na fé e comunhão da Igreja. Este processo, inspirado nos primeiros séculos do cristianismo, percorre um longo caminho que tem como meta a maturidade em Cristo, no estado permanente da vida cristã. Por isso a catequese de iniciação à vida cristã nunca pode ser considerada completa. As celebrações litúrgicas nos ajudam neste amadurecimento progressivo na fé cristã.

As celebrações dominicais e solenidades do Ano Litúrgico de 2017 seguem a distribuição da Palavra de Deus do Ano A, como já constatamos anteriormente. Os Domingos da Quaresma, desde os primeiros séculos da era cristã, têm uma nítida orientação catecumenal em sua escolha. Assim, os cinco domingos da quaresma se orientam por leituras que formam unidade e estão ligadas aos sacramentos da iniciação cristã, sobretudo do Batismo.

Já percebemos que no 1º domingo da quaresma as leituras apresentam paralelo entre Adão, símbolo da desobediência, do pecado e da morte; enquanto Jesus Cristo é sinal de obediência, de vitória, de vida. Ele vence a tentação do mal (demônio). Os cristãos, ligados a Cristo, participam desta nova vida, a qual o catecúmeno (catequizando) também deseja alcançar.

  • Segundo Domingo da Quaresma: A primeira leitura (cf. Gn 12, 1-4ª) continua o tema do Antigo Testamento, depois da criação e do pecado de Adão e Eva (domingo anterior). Deus toma a iniciativa da salvação e chama Abraão, pai da fé e do Povo de Deus, do qual surgirá o salvador. No evangelho (cf. Mt 17, 1-9), Jesus, qual novo Moisés, é transfigurado no monte Tabor; Ele se torna sinal de esperança: é apresentado pela voz do Pai como aquele que, ressuscitado, vencerá a morte e o pecado; ressuscitará também os seus discípulos, se com fé o escutarem e o seguirem: “Este é o meu Filho amado, nele está meu pleno agrado: escutai-o!” (Mt 17, 5b).

A segunda leitura (cf. 2Tm 1, 8b-10) recorda que Deus nos salvou e nos chama gratuitamente para uma vocação santa, para uma vida nova. O catecúmeno (catequizando) sente-se entre aqueles que são chamados para a vocação cristã da santidade, a ser efetuada, sobretudo, pela celebração dos sacramentos pascais. Sua esperança na inserção dos mistérios de Cristo cresce na medida que a Páscoa se aproxima e experimenta nas celebrações o tempo de purificação e iluminação; temas dos evangelhos dos domingos seguintes.

Nos domingos que seguem são colocados três evangelhos de São João, que sustentam a catequese de iniciação cristã, com importantes símbolos, segundo antiga tradição romana: água – luz – ressurreição.

Que nossa caminhada quaresmal continue com perseverança, sempre no desejo de crescer na vida cristã, vencendo o mal como Cristo e buscando a transfiguração da nova vida pascal.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.