Destaques › 22/05/2018

Erechim: Missa fez homenagem ao ex-reitor do Santuário

Diocese de Erexim – Na tarde chuvosa do dia 18 de maio, o atual reitor do Santuário da Salette de Marcelino Ramos, Pe. Renoir Dalpizol, presidiu missa de corpo presente de seu antecessor por 36 anos, Pe. Arlindo Daga Fávero. A missa foi concelebrada por 8 padres saletinos, 6 da Diocese de Erexim e um frei franciscano de Xaxim, paróquia de muita ligação com Pe. Arlindo e os missionários da Salette, com a participação de um diácono, dos noviços saletinos, religiosas, as duas irmãs e um irmão do Pe. Arlindo, além de muitas pessoas ligadas ao Santuário onde ele atuou por tanto tempo. Após a celebração eucarística, o corpo do Pe. Arlindo foi sepultado no cemitério de Marcelino Ramos, de onde seus restos mortais, com o tempo, serão transferidos para a Capela da  Saudade no Santuário.

Ex-reitor Padre Arlindo Daga Fávero.

Iniciando sua homilia, Pe. Renoir lembrou que pela Palavra de Deus e pela Eucaristia todos alimentam sua missão, árdua e exigente que termina quando Deus chama de volta a cada pessoa, não importando quantos anos tenha vivido. A despedida de alguém é oportunidade para cada um se perguntar como está vivendo a missão recebida, se está sendo fiel à Palavra de Deus. Na obediência a ela, se pode dar muitos frutos para o Reino. Ressaltou que Pe. Arlindo realizou sua missão e está junto de Cristo glorificado, como foi celebrado domingo último, solenidade de sua Ascensão ao céu. Referiu comentário de muitos de que a vida é breve e que tudo passa tão rapidamente. Frisou que Pe. Arlindo procurou estar ao lado de quem necessitasse, servindo a todos com alegria. Olhando o que o envolveu ultimamente, “ele parecia perceber o momento que vivia. Foi preparando sua partida.”

No final da romaria da Salette do ano passado, disse que talvez fosse sua última romaria. Há pouco tempo, recebeu um grupo de amigos com quem passou horas de alegre convivência. Na segunda-feira seguinte, na última mensagem no programa de Rádio que mantinha, insistiu na importância de se viver bem o momento presente, com retidão, com generosidade, com dedicação plena como se cada dia fosse o último. Pe. Renoir convidou a todos a acompanhar a gravação desse último programa de rádio do seu antecessor. Para expressar melhor a vida do Pe. Arlindo, apresentada a Deus na Eucaristia, Pe. Renoir mencionou alguns símbolos que foram sendo colocados junto ao corpo dele: o rádio que utilizava para controlar a entrada da rádio na missa dominical no Santuário, o último número da revista Salette que ele ajudou a organizar, a pochete que sempre carregava presa à cintura, uma caneta, lembrando o que redigia e documentos que assinava, e uma imagem da Salette, recordando sua devoção a Maria.

No final da celebração, pelo Conselho Provincial da Congregação, falou o Pe. Pedro Pilonetto. Informou que o superior provincial se encontrava em Rondônia, não podendo estar presente. Expressou gratidão à família pelo filho doado à Igreja na congregação, a todos os que cuidaram dele nos últimos dias. Pe. Cleocir Bonetti, em nome do Bispo e dos padres diocesanos, expressou solidariedade com a família e com a congregação. Irmã Ivaldina Basso transmitiu a saudação dos religiosos de religiosas da Diocese. Ao toque fúnebre dos sinos do Santuário, o corpo do Pe. Arlindo foi conduzido até o carro fúnebre enquanto os presentes expressaram seu reconhecimento a ele com prolongada salva de palmas.

O falecimento

Padre Arlindo Daga Fávero faleceu às 17h30, do dia 17 de maio, depois de 40 dias hospitalizado, 30 deles em coma, com problemas renais e cardíacos. Inicialmente, foi internado no Hospital Santa Terezinha, de Erechim, e depois transferido para o Hospital da Cidade, em Passo Fundo, onde veio a falecer. Pe. Arlindo nasceu no dia 4 de setembro de 1944, em Marcelino Ramos e assumiu a vida religiosa saletina pelos votos de pobreza, castidade e obediência em 6 de janeiro de 1964, sendo ordenado presbítero no dia 3 de janeiro de 1971. Por 36 anos foi reitor do Santuário da Salette e também por um longo período Diretor da Revista Salette.