Bispos › 03/12/2016

Olhos atentos na bússola

Dom  Hélio Adelar Rubert – Arcebispo Santa Maria

dom-helioSempre é uma curiosidade conhecer a cabine de comando dum avião. Quem teve o privilégio, com certeza constatou o panorama que se observa: amplo, confortável e plenamente visível pela carlinga de vidro.

Mas o que é importante para pilotar um avião? Evidentemente há todo um longo preparo técnico, teórico e prático. Para se fazer uma viagem direta e segura, antes de tudo, é necessário orientar a bússola na direção do ponto de chegada. Depois, durante o percurso, será preciso vigiar para que o avião não desvie da sua rota.

Fazendo um paralelo para dentro de nós mesmos, na viagem da vida, é necessário fixar com precisão a rota, o caminho da vida que é Jesus. No decorrer dessa viagem, é preciso permanecer fiel a Ele, seguindo a rota do amor.

O que significa ou no que implica esta atitude? Significa abraçar todas as dores da própria existência. Significa colocar em prática o amor, adequando nossa vida sempre na vontade do Senhor. Amar Jesus se entende conhecer a caridade, descobrir como se faz para amar os próximos até ao ponto de dar a vida, se for preciso. Significa viver todas as virtudes, como Jesus viveu até dar sua vida.

Numa viagem de avião, não nos deparamos com as surpresas das curvas, nem afrontamos montanhas porque voamos no espaço aéreo e o piloto coloca o aparelho numa altitude correta. Assim mesmo, às vezes, surgem os solavancos e é preciso apertar novamente os cintos e permanecer sentados e sem nenhuma circulação no avião. Na viagem da vida ocorre algo parecido. “Os imprevistos não nos assustam, nem sentimos muitos esforços da subida, porque, por Jesus, surpresas, cansaços e sofrimentos já são todos previstos e superados” (C. Lubich, Rocca di Papa, 05/01/1984).

Quando ocorrem surpresas, precisamos apontar fixamente a rota, a bússola para Jesus e permanecer fiéis a Ele. Mas como isso acontece? De manhã, ao despertarmos, já apontamos nossa agulha para o Senhor e digamos: “Eis-me aqui!” Durante o dia, de vez em quando, damos uma olhada para ver se a rota está segura. Se o avião de nossa vida, de nossas atitudes, não estiver na rota certa, corrijamos a rota com um novo: “Eis-me aqui!” e se prossegue… (Ibidem).

Se fizermos a viagem de nossa vida com o olhar fixo em Jesus, teremos certeza de atingir a meta com sucesso. Os nossos heróis na fé, os santos, nos testemunharam este caminho e atingiram a meta. Além disso veremos nossa vida produzir abundantes frutos para a glória do Senhor e o bem de nossas comunidades, famílias e sociedade.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.