Bispos › 08/09/2017

Oração da romaria de Santa Cruz

Dom Aloísio A. Dilli – Bispo de Santa Cruz do Sul

Estamos em tempo de Romaria da Santa Cruz. Certamente já estamos motivados em nossas comunidades e famílias a participar do momento maior de comunhão diocesana, quando nos sentimos Povo de Deus a caminho, seguindo o sinal que nos identifica como cristãos. A cruz evoca o maior gesto de amor que a humanidade já presenciou: Deus não poupou seu próprio Filho, entregando-o por todos nós(cf. Rm 8, 32). Nossa resposta de fé no seguimento da cruz será também de amor a quem nos amou primeiro. A cruz indica para o mistério da Páscoa, passagem da morte para a ressurreição, que nos trouxe a possibilidade de salvação. Neste sentido, é significativa a procissão que se conclui com o ponto alto da celebração do sacrifício da missa, tornando presente a Páscoa do Senhor em nossa vida de Povo de Deus a caminho e que não tem morada definitiva neste mundo.

Se a cruz é o sinal maior do amor de Jesus Cristo pela humanidade, nós, seus seguidores, também nos orientamos pelo mandamento do amor que ele nos ensinou, dando sua vida. Maria, aos pés da cruz, como Mãe das Dores, é a primeira e mais fiel discípula de seu Filho. Dentro deste espírito,nós entendemos o tema da 16ª Romaria da Santa Cruz: Discípulos de Jesus Cristo a exemplo de Maria. Ela se une a nós, caminhando conosco na direção da cruz, ou seja, indicando sempre para o seguimento de seu Filho, como que dizendo novamente: “Fazei tudo o que ele vos disser” (Jo 2, 5).

A oração ajuda-nos a preparar o espírito para a romaria diocesana e para vivê-la bem. Assim elaboramos a prece que segue abaixo e que foi divulgada em diversas formas pela diocese. Nela nos dirigimos a Deus, como Pai de misericórdia, que enviou seu Filho Jesus ao mundo para nos salvar pelo mistério da Páscoa. Na oração pedimos a bênção ao povo peregrino, no seguimento da cruz redentora, para que seja Igreja-comunhão e, pela força do Espírito Santo, encontre novos caminhos de Iniciação à Vida Cristã, em nossas comunidades. O pedido final inspira-se no exemplo de fé e discipulado missionário de Maria, a Mãe das Dores, para que nos tornemos testemunhas fiéis de uma Igreja solidária e samaritana. Unamo-nos em prece, e rezemos a Oração da Romaria da Santa Cruz:

 

Ó Deus, Pai de misericórdia, enviastes vosso Filho muito amado,que entregou-se até o fim, no mistério de sua morte e ressurreição, libertando-nos do mal e abrindo as portas para o perdão e a paz.

Abençoaio Povo diocesano, em romaria da Santa Cruz.

Seja ela o sinal maior a congregar-nos em Igreja-comunhão.

Derramai o Santo Espírito na busca dos novos caminhosde Iniciação à Vida cristã, em nossas comunidades.

Como discípulos e missionários de Jesus Cristo,aexemplo de Maria -a Mãe das Dores– tornai-nos fiéis em nosso testemunho de Igreja solidária esamaritana.

Por Cristo Senhor nosso. Amém!

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.