Notícias › 23/08/2017

Palestra sobre Bioética reúne padres e religiosos de Rio Grande

Bio RS1A presença do padre Leo Pessini em Rio Grande está sendo muito prestigiada. Na manhã desta terça-feira, 22 de agosto, ele falou a padres, religiosas, religiosos, diáconos, seminaristas e o Bispo Emérito, Dom José Mário Stroeher, atendendo ao convite do Bispo da Diocese, Dom Ricardo Hoepers.  À noite, ele ministra uma aula inaugural na Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e, na quarta-feira (23) às 19h, palestra no auditório do Hospital Universitário, a convite da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Rio Grande (Furg), em evento aberto ao público.

Pós-doutor em bioética, professor e autor de diversos livros, o palestrante apresentou dados científicos e históricos, intercalando sua abordagem com experiências pessoais vividas no Brasil e em diversos países, sobretudo nos mais pobres. Os exemplos trataram de morte, genética, eutanásia e Aids, revelando conhecimentos profundos sobre costumes, produtividade e ética em geral.

O que é bioética

Padre Leo define bioética como o grande grito pela dignidade do ser humano. Bons exemplos são proteção e cuidado. O conceito defendido pelo alemão Fritz Jahr (1927) diz que bioética é uma revisão da reação ética dos humanos em relação aos animais e às plantas, cita o palestrante.

Estudando bioética há 47 anos,  Leo Pessini argumenta que cada época é marcada por certas palavras. Agora, as palavras representativas são pós e bio (biotecnologia, biogenética, bioterrorismo). No passado, houve a época de: pedra, bronze, ferro, petróleo, exemplifica. Ele complementa que a economia brasileira já passou pelos momentos da borracha, da cana-de-açúcar, do café e da soja.

Direitos Humanos

O palestrante enfatiza que a Declaração Universal dos Direitos Humanos vai completar 70 anos e que a geração atual é privilegiada, já que a anestesia, por exemplo, surgiu há pouco mais de um século. “As coisas têm preço, o ser humano tem dignidade”, afirma Pessini. Na visão dele, a ética procura analisar, interpretar e organizar segundo a dignidade humana, visando a felicidade.

A palestra também apresentou a evolução temática dos congressos sobre bioética realizados no mundo desde 1992 (Holanda) a 2016 (Escócia), destacando a participação da ciência, da indústria e de alguns religiosos, como ele.

Bioética dos 4 Ps

Falando de bioética pelo pondo de vista da qualidade, Padre Leo apresentou os 4 Ps: Promoção – da vida e da saúde; Prevenção – de possíveis enfermidades ou danos; Precaução – diante do surgimento e uso indiscriminado de novas tecnologias, prudência frente ao desconhecido, e Proteção – situações de vulnerabilidade. Na ocasião, ele lembrou que o lema da Organização Mundial de saúde deste ano trata de depressão, comprovando que já não interessa mais somente a saúde do corpo, mas também da mente.

Como saber mais

Padre Leo Pessini é colaborador do site A12, onde publica diversos artigos de fácil compreensão por parte dos leitores leigos. Para saber mais sobre ele, basta pesquisar seu nome na internet e descobrir os títulos de seus livros.

Stela Vasconcellos
Jornalista – MTb 7897
Diocese do Rio Grande
diocese.riogrande@gmail.com
www.diocesedoriogrande.com.br
www.facebook.com/diocesedorg

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.