Notícias › 25/11/2016

Pastoral da Saúde Regional em Assembleia Geral

img_0615

A Pastoral da Saúde do Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realiza sua assembleia geral nos dias 25 e 26 de novembro de 2016, na sede do Regional, Porto Alegre (RS), com finalidade de avaliar as atividades realizadas e realizar eleição da nova coordenação da pastoral. Estão representadas as arquidioceses de Porto Alegre e Santa Maria e as dioceses de Novo Hamburgo, Vacaria, Santo Ângelo e Rio Grande, bem como o padre Cesar Leandro Padilha, secretário executivo do Regional.

Segundo a Irmã Elise Sehnem, da Congregação da Divina Providência e membra da equipe de coordenação da Pastoral da Saúde Regional, é importante avaliar no final do Jubileu da Misericórdia as experiências que foram feitas pela Pastoral da Saúde. “A misericórdia é um aspecto importante na valorização da humanização, da solidariedade e o valor da presença. Estamos encaminhando a nossa programação conforme a Campanha da Fraternidade 2017 sobre os seis biomas e a defesa da vida”, explicou.

Pastoral da Saúde é um organismo de ação social da CNBB, vinculada à Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz. Atua em três dimensões que a configuram como uma pastoral diferente e mais abrangente que àquela anteriormente denominada de Pastoral do Enfermo. Sua abrangência chega a setores importantes da sociedade que têm um papel decisivo na política de saúde da nação.

Conforme explicação da Irmã Elise, a Pastoral da Saúde desenvolve ações nas dimensões solidária, comunitária e político-institucional.

Dimensão solidária: vivência e presença samaritana junto aos doentes e sofredores nas instituições de saúde, na família e na comunidade. Ela visa atender a pessoa integralmente nas dimensões física, psíquica, social e espiritual.

Dimensão comunitária: visa a promoção e educação para a saúde. Relaciona-se com a saúde pública, atuando na prevenção das doenças. Procura valorizar o conhecimento, sabedoria e religiosidade popular em relação à saúde.

Dimensão político-institucional: atua junto aos Órgãos e Instituições Públicas e Privadas que prestam serviço e formam profissionais na área da saúde. Zela para que haja reflexão bioética, formação ética e uma política de saúde sadia, para que os seus agentes sejam articuladores e fiscalizadores das decisões no setor saúde, participando ativamente dos Conselhos de Saúde.

Amanhã à tarde será conhecida a nova equipe de coordenação para os próximo triênio.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.