Bispos › 03/03/2017

Preparando a Páscoa

Dom Remídio José Bohn – Bispo Diocese de Cachoeira do Sul

Iniciamos, com a quarta-feira de cinzas, a quaresma, quarenta dias que nos preparam para a Páscoa. É tempo de oração, de jejum e penitencia,o que significa docilidade à vontade de Deus, partilha com gestos solidários e atenção misericordiosa aos pobres e necessitados.

Neste contexto, vivenciamos a Campanha da Fraternidade como expressão da espiritualidade pascal capaz de gerar a conversão pessoal, comunitária e social. Entendemos assim a Campanha da Fraternidade como verdadeira iniciação à fé e à sua prática, pois a conversão quaresmal é, ao mesmo tempo, um voltar-se para Deus, para o próximo e para a criação que nos cerca.

Neste ano, o tema é: “Fraternidade – biomas brasileiros e defesa da vida”; e olema: “cultivar e cuidar da criação”. O objetivo geral é: “Cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho”.

O Papa Francisco, em mensagem enviada,expressa o desejo de se unir ao povo brasileiro nesta campanha, “animando-nos a ampliar a consciência de que o desafio global pelo qual toda humanidade passa, exige o envolvimento da cada pessoa juntamente com a atuação de cada comunidade sobre o cuidado da nossa casa comum”. Ele afirma quese trata de um dos maiores desafios em todas as partes da terra, até porque as degradações do ambiente são sempre acompanhadas pelas injustiças sociais.  E chama atenção: “uma pessoa de fé, que celebra a vitória da vida sobre a morte, ao tomar consciência da situação de agressão à criação de Deus em cada um dos biomas brasileiros, não poderá ficar indiferente”.

Portanto,nesta preparação à Páscoa do Senhor, somos todos chamadosa cultivar e cuidar da criação, o que requer verdadeira conversão pessoal, comunitária, social e ecológica.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.