Bispos › 24/11/2016

Preparando o Natal

Dom Remídio José Bohn – Bispo da Diocese de Cachoeira do Sul 

natal-capaO final do ano se aproxima e, junto com ele, é chegada uma época importante para a Igreja. Inicia o tempo do Advento, tempo da alegre espera pela vinda do Salvador. O Natal é a motivação privilegiada para celebrarmos esta vinda. Sua  comemoração  nos ajuda a refletir sobre o presente que a humanidade ganhou quando o Verbo se fez carne.

É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.  Esta preparação para o natal tem dupla característica: tempo de preparação para as solenidades do Natal, nas quais se recorda a primeira vinda do Filho de Deus à humanidade; e, simultaneamente, tempo em que, com esta recordação, nos voltamos para a expectativa da segunda vinda de Cristo no fim dos tempos.

Em verdade, todo acontecimento deve ser considerado uma vinda de Jesus. Pois, em tudo o que acontece, Ele está vindo ao nosso encontro para mostrar novos caminhos que requerem novas respostas nossas.

O desafio de hoje é a violência e insegurança, causada pelo agito da competição, onde se busca levar vantagem em tudo. Quem se propõe a seguir o projeto de Jesus opta em abandonar a violenta guerra da competição para se colocar em atitude de colaboração.

A partir deste domingo, primeiro do Advento, iniciamos nossos encontros de famílias, grupos ou comunidades, em vista de uma experiência de Paz. Estes  encontros são uma expressão belíssima de oração familiar.  Participe de algum grupo da sua comunidade ou vizinhança. O espírito do natal é a aproximação entre as pessoas que cria a cultura do encontro, da reconciliação e da paz. Só com a cultura do encontro superamos o individualismo e o isolamento que empobrecem a vida.

Para isso contamos com uma bela proposta.  Em  sintonia com todas as dioceses do Rio Grande do Sul, foi elaborado um subsídio, que se encontra à disposição em nossas paróquias, cujo enfoque central é a família, à luz da Sagrada Família de Nazaré e da Exortação Apostólica do Papa Francisco sobre a alegria do amor na família.

São apenas quatro encontros com os seguintes temas: a família de Nazaré e a nossa; com os pastores de Belém, acolher o sinal de Deus; com os reis magos, caminhar com fé; Jesus nos une em uma só família. Além destes encontros, também oferece uma celebração penitencial e de festa de Natal na comunidade, bem como a bênção da família no Natal.

Além disso, o livrinho vem acompanhado por um presépio e o símbolo da estrela do Natal, cujo centro é a família de Nazaré. Este sinal enfeitará as portas de nossas casas. E por que não o poderia ser também de nossas lojas e cidade? Para nós, Natal é Cristo. Este é o símbolo que fala mais alto.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.