Bispos › 05/12/2017

Sede pacientes

Dom Antônio Carlos Rossi Keller – Bispo de Frederico Westphalen

“Sede pacientes, irmãos, até à vinda do Senhor e fortalecei os vossos corações porque s Sua vinda está próxima” (São Tiago 5,7-8)

O Evangelho deste Domingo nos diz: “Preparai o caminho do Senhor, endireitai-Lhe as veredas” (Marcos 1,1-8).

Os cuidados deste mundo, as seduções das riquezas, as preocupações materiais podem converter-se em obstáculos que impedem o caminhar para Deus; por isso, pedimos ao Senhor que “nos ensine a apreciar com sabedoria os bens deste mundo e a amar as coisas do Céu” (Oração depois da comunhão).

O Senhor veio “a primeira vez, na humildade da natureza humana…abrir-nos o caminho da salvação” (Prefácio); enquanto esperamos a Sua vinda gloriosa, “aguardando novos Céus e uma nova Terra, nos quais habitará a justiça”, como nos diz a 2ª Leitura (2 Pedro 3,8-14), esforçamo-nos por ser perfeitos, em santidade de vida e em piedade, afastando-nos das ocasiões de pecado, vencendo as tentações, lutando contra o orgulho e a sensualidade, para que “o Senhor nos encontre em paz”.

O Advento que estamos vivendo é uma boa oportunidade para preparar essa vinda do Senhor, endireitando os caminhos tortuosos, retificando o que está mal na nossa vida, melhorando o que está bem, confessando os nossos pecados, sendo cada vez mais generosos na nossa entrega ao Senhor e aos nossos irmãos. Desse modo, o Natal que se aproxima será um verdadeiro encontro com Cristo Salvador e representará para todos nós uma nova iluminação, um novo nascimento, uma verdadeira conversão.

O Advento é também uma boa oportunidade para aprendermos a esperar e a ter paciência e calma…para aprender a dar tempo ao tempo. As virtudes sólidas não se adquirem sem esforço, sem fadiga, sem um constante luta; ninguém se faz santo de repente. O amor de Deus age lentamente. O tempo é o grande aliado de Deus: na Sua Providência, tudo vai encaminhando firmemente para o bem dos que O amam. Em Deus não há vicissitudes nem sombras de mudança.

“Mil anos diante de Deus são como um dia”. Jesus, na Sua mensagem de salvação, diz-nos que o Reino de Deus se pode comparar a um grão de mostarda, que, pouco a pouco se tornará uma grande árvore. Saber esperar – grande sabedoria! Saber esperar, recomeçando continuamente, tendo confiança nas promessas do senhor, estando sempre serenos, vendo as coisas com olhos de eternidade e com otimismo: “O Senhor dará o que é bom, e dará fruto a nossa terra” respondemos ao Senhor no Salmo Responsorial (Salmo 84).

Deus sabe por onde nos leva e a Sua paciência é infinita: continuamente nos perdoa, nos dá a sua graça e nos consola: “Consolai, consolai o meu povo. Alentai o coração de Jerusalém – diz o nosso Deus”, na 1ª Leitura (Isaías 40,1-5.9-11).

Ouçamos mais uma vez neste Advento a “Sua voz de majestade na alegria dos nossos corações” (Antífona de entrada). Ele virá em nossa ajuda” com os auxílios da Sua misericórdia” (Or. Sobre os dons). A Virgem Maria, Mãe da Esperança, acompanhar-nos-á com a sua intercessão poderosa no esforço deste Advento.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.