WEBMAIL

Vida: Melhor Escolha!

É alarmante o número de suicídios no mundo: 800 mil cada ano. São dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2016. No Brasil os dados comprovam mais de 30 suicídios por dia. Segundo a Organização Mundial da Saúde a grande maioria destes casos poderiam ser evitados se as pessoas prestassem atenção aos sinais que as pessoas mostram antes de tirar a própria vida.

Este assunto é muito delicado e traz consigo muitos tabus. O que fazer? Quais os sinais? Como identificá-los e como ajudar? As duas últimas Campanhas da Fraternidade no Brasil tratam sobre o tema da vida como um dom e um compromisso para todos. Sentimos que há necessidade de informações para toda sociedade, para as famílias, bem como um acompanhamento médico, psicológico, formativo e espiritual.

Primeiramente os familiares prestem atenção nas situações de tristeza excessiva, isolamento, mudanças e comportamentos estranhos, bem como conversas frequentes sobre morte, depressão ou ameaças à vida.

Dizem que o segredo é dialogar, conversar com a pessoa sobre o assunto, escutar mais do que falar, orar por ela e estar próximo. Se possível, ajudá-la a superar as dificuldades, as falhas, as limitações, frustrações e pensamentos negativos. A busca da ajuda profissional será também um instrumento de grande valia para lidar com esta situação perigosa.

No texto-base da CF 2020 são apresentadas algumas propostas importantes para uma colaboração social:

1º) Organizar espaços de acolhida, casas pró-vida, lugares de escuta e apoio à vida, casas terapêuticas e de apoio a familiares de dependentes químicos; 2º) Criar centros de escuta e programas de prevenção ao suicídio, bem como capacitar agentes de pastoral a identificar possíveis sinais que apontem para o risco de a pessoa tomar essa atitude; 3º) Ampliar o serviço e a escuta aos pobres; 4º) Dar voz aos pobres, valorizando a iniciativa do “Dia Mundial dos pobres” como oportunidade para refletir sobre as causas da pobreza; 5º) Acolher os fragilizados em espaços de solidariedade e misericórdia (cf. Texto-Base da CF 2020, pg. 91).

Que todos nos ajudemos a cuidar da vida e zelar pela sua preservação, desenvolvimento e realização segundo o plano de Deus sobre cada ser humano!

Dom Hélio Adelar Rubert – Arcebispo de Santa Maria