Artigos, Bispos › 04/09/2021

A Palavra de Deus

Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus! Numa realidade de polarização ideológica, onde a dignidade da vida parece merecer pouca atenção, somos convidados a deixar espaço no nosso coração para que a palavra de Deus oriente a nossa vida, nossas ações e os nossos passos do dia a dia, para reconstruirmos o tecido da fraternidade nacional.

Como Povo de Deus a caminho da casa do Pai, podemos estar feridos por acontecimentos e realidades que muitas vezes tocam a nossa vida pessoal, familiar e comunitária. Mesmo assim, não devemos deixar de acreditar e trabalhar por um novo amanhã, de celebrar a nossa fé no Senhor a partir daquilo que sentimos no nosso coração, tendo presente que Deus é Pai, e não deixa de sê-lo quando estamos alegres ou fragilizados pela dor das realidades que encontramos no nosso peregrinar.

É importante que cada um de nós busque fortalecer sua fé e alimente a sua esperança em relação ao futuro e à comunidade, através de uma proximidade com o Senhor e com os irmãos e irmãs. Através da Palavra de Deus podemos encontrar respostas para as perguntas que a vida nos faz, diante de tantas situações que nos envolvem e nos ferem no corpo e na alma. Quando descobrimos que a Bíblia não é só o livro de Deus, mas também dos seus filhos e filhas, redimidos do pecado e da morte, suas palavras em nossa vida serão semelhantes à chuva que cai do céu para irrigar a terra árida e fazê-la germinar, “para que dê semente ao semeador e pão para comer” (Is 55,10).

Nas páginas da Bíblia encontra-se também uma voz que inquieta e que julga, que purifica e transfigura. A palavra de Deus é a alma do anúncio da fé e da catequese; é o alimento da nossa vida espiritual, quando deixamos que ela toque o nosso coração e oriente a nossa vida de peregrinos, que caminham nesse mundo, com a esperança de poder chegar um dia à casa do Pai.

Dom José Gislon – Bispo Diocesano de Caxias do Sul