Bispos › 13/01/2023

“Eis o Cordeiro de Deus”

Minha saudação aos irmãos e irmãs que acompanham a Voz da Diocese. Celebramos hoje o Segundo Domingo do Tempo Comum e a liturgia nos convida a reconhecer Jesus como o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Caros irmãos e irmãs. Ao entrarmos no período chamado Tempo Comum da liturgia, aprofundamos os acontecimentos da vida pública de Jesus; ouvimos seus ensinamentos e contemplamos a realização de seus milagres que revelam sua identidade e o cumprimento de sua missão.

Na Primeira Leitura o profeta Isaías, ainda no espírito do Natal que a poucos dias celebramos, transmite a mensagem do Senhor e fala do Servo enviado para uma missão maior que restabelecer o povo de Israel. Ele diz: “Não basta seres meu Servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue aos confins da terra” (Is 49,6). Retrata a figura de Jesus que veio como Servo para manifestar ao mundo a salvação de Deus. Este projeto de salvação que deve ser acolhido e assumido por todos nós.

Na Segunda Leitura, São Paulo faz uma breve saudação à comunidade de Corinto para recordar a graça trazida por Jesus para todos os que se reúnem em seu nome e acolhem a salvação por Ele  oferecida. Esta saudação se tornou a mesma que liturgicamente fazemos no início de cada celebração como princípio que norteia a nossa vida cristã em comunidade.

No Evangelho, João Batista aponta para Jesus que chega onde ele está e o apresenta: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo 1,29). Esta é mais uma manifestação de Jesus em que João O reconhece e O apresenta ao mundo. Aprofunda ainda a sua identidade no gesto de seu batismo e na descida do Espírito Santo que o consagra como filho amado, enviado para a salvação de toda a humanidade.

Prezados irmãos e irmãs. Em cada página meditada deste tempo litúrgico, somos chamados a aprofundar nosso conhecimento nos ensinamentos de Jesus e a renovar a certeza de que sua vinda ao mundo revela o projeto salvador de Deus e seu amor por todos que em seu Filho Jesus Cristo, tornam-se pelo batismo, seus filhos adotivos e herdeiros de sua graça. Aprofundar o conhecimento sobre Jesus Cristo é acolher a orientação segura que torna capaz de construir um mundo verdadeiramente de irmãos, tornando visível o Reino inaugurado por Ele.

Unidos ao espírito do Terceiro Ano Vocacional, com “corações ardentes e pés a caminho” peçamos que o Senhor nos dê perseverança na vocação que assumimos e desperte nos jovens a coragem de segui-Lo como seus discípulos missionários, chamados a testemunhar, a exemplo de João Batista, sua presença entre nós, “como o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1,29).

Deus abençoe a todos e um bom domingo.

Dom Adimir Antonio Mazali – Bispo Diocesano de Erexim