Artigos, Bispos › 15/04/2021

Ele caminha ao nosso lado

O evangelho deste domingo pressupõe a cena vivenciada pelos discípulos de Emaús. Ao chegarem em Jerusalém, enquanto estavam ainda contando o que lhes aconteceu, o Senhor Ressuscitado mais uma vez aparece, com a já tradicional saudação: “A paz esteja convosco”. E observemos a pergunta que Cristo faz naquela hora: “Por que estais preocupados e por que tendes dúvidas no coração”(Lc 24,38)? Parece que homens, demasiadamente preocupados, não têm condições de reconhecer o Cristo vivo e ressuscitado.

Se nós observamos um pouco os homens e as mulheres de nosso tempo, certamente também poderíamos perguntar: “Por que estais tão preocupados e por que tendes tantas dúvidas em vossos corações”?

A verdade é que nós vivemos num mundo preocupado. A grande maioria olha para frente, mas com medo, preocupação e angústia. Sempre temos receio de que algo venha a acontecer. Sempre esperamos pelo pior. A mensagem da páscoa é, sobretudo, uma palavra de ânimo e de esperança, de otimismo e de fé. Quando frequentamos as nossas igrejas, ouvimos tantas vezes os sacerdotes dizendo: “O Senhor esteja convosco”. Será que nós acreditamos de verdade naquilo que respondemos tão espontaneamente?A presença do Senhor em nossa vida precisa nos transmitir esperança.

Depois que o Senhor se apresentou aos apóstolos e se identificou com muita clareza, Ele ainda diz: “São estas as coisas que eu vos falei quando ainda estava convosco; era preciso que se cumprisse a tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos profetas e nos Salmos” (Lc 24,45).

Para estes apóstolos, parecia tudo estar claro. Por isso, Ele ainda acrescenta: “E vós sereis testemunhas de tudo isso” (Lc 24,48). Esta é a palavra que Ele dirige neste terceiro domingo de páscoa, para todos os seus missionários que vivem em nosso tempo, aqui em nossa diocese: “Vós sereis testemunhas de tudo isso” (LC 24,48).

Nós só podemos nos apresentar como cristãos e missionários se tivermos toda a convicção em torno do Cristo ressuscitado, que está conosco, caminha conosco, está no meio de nós. É em nome dele que nós vamos fazer as visitas missionárias e precisamos ter isto como certeza inicial de tudo. Em nome dele vamos fazer missões. Nós queremos que todos cheguem a compreender que Ele está vivo, que Ele está no meio de nós.

Dom Zeno Hastenteufel – Bispo Diocesano de Novo Hamburgo