Artigos, Bispos › 31/03/2021

Ele está vivo, ressuscitou!

O cristianismo nasceu a partir da Páscoa de Jesus Cristo. Se Ele não tivesse ressuscitado certamente seria vã a nossa fé, como já afirmava São Paulo.

Quando as pessoas falam sobre a vida depois da morte, às vezes, se objeta: “É, mas ninguém ainda voltou para nos contar como é lá no outro lado”. A Páscoa vem desmentir esta afirmação sempre tida como tão categórica.

Há quase dois mil anos aconteceu isto: na sexta-feira, Ele morreu na cruz, perante muitas testemunhas, dos quais alguns o sepultaram na rocha, num sepulcro novo e ali montaram guardas. Na madrugada do terceiro dia, no dia depois do sábado, aquele sepulcro explodiu, os panos ficaram ali e o Cristo vivo foi encontrado bem longe dali, foi visto e testemunhado pelas mulheres, pelos seus apóstolos e por muitas testemunhas anônimas, a ponto de Paulo poder falar em “mais de quinhentos de uma só vez” (1Cor 15,6). Apareceu ao perseguidor Saulo de Tarso, no caminho de Damasco. Depois, ao longo da história, já foi testemunhado por milhares de mártires e por todos aqueles que nele crêem e firmaram a sua fé no Cristo ressuscitado.

A vigília de Páscoa celebra precisamente este extraordinário acontecimento, e por isso traz à memória os principais textos do Antigo Testamento que, desde a criação, passando pela libertação do Egito e pela palavra decidida dos profetas, sempre apontam para o Filho de Deus, o salvador da humanidade. Ele realmente nos salvou pela sua paixão, morte e ressurreição. A partir de Jesus Cristo, nós todos fomos redimidos, temos hoje perfeitas condições de viver como “filhos amados de Deus”, em busca da santificação e nós podemos sempre de novo receber o perdão dos pecados.

Nesta mesma vigília, depois de renovar as promessas de nosso batismo, colocamo-nos em condições de iniciar vida nova, na confiança do Cristo vivo e na convicção de que Ele continua caminhando conosco. Páscoa é, portanto, uma vida nova que se assume e uma esperança viva que se renova.

Como bispo desta diocese, quero aqui formular os melhores votos de uma Feliz Páscoa, que traga uma esperança renovada e uma disposição nova para testemunhar e anunciar para todos que nós cremos na ressurreição do Senhor e estamos a caminho de nossa futura ressurreição. Nós estamos com Aquele que está vivo e nos acompanha!

Dom Zeno Hastenteufel – Bispo Diocesano de Novo Hamburgo