Notícias › 02/12/2021

Encontro anual reúne episcopado gaúcho em Passo Fundo

A Casa de Retiros de Passo Fundo acolheu nos dias 29, 30 e 1º, o Encontro do Episcopado do Rio Grande do Sul. O momento reuniu 23 arce/bispos, Pe. Silvio Jorge Mazzarolo, Administrador Diocesano de Cruz Alta e a Secretária Executiva do Regional Sul 3 da CNBB, Sandra Zambon.

O encontro iniciou com um olhar para a Ação Evangelizadora do Regional Sul 3 no ano de 2021, contemplando as inúmeras ações e atividades desenvolvidas pelas pastorais e organismos neste ano. Um dos destaques neste ponto foi a realização de cerca de 45 lives durante o ano, que contemplaram os mais diferentes temas eclesiais e sociais e envolveram milhares de pessoas. A Escola Regional de Iniciação à Vida Cristã, por exemplo, foi realizada em quatro transmissões e contou, no total, com mais de 35 mil visualizações no Facebook e Youtube.

Nestes dias, os arce/bispos também se dedicaram ao planejamento do próximo ano nos aspectos da sustentabilidade, propostas de ações pastorais e outros pontos específicos, como o Ano Vocacional, o processo do Sínodo 2021-2023, a Assembleia Regional da Ação Evangelizadora (em 1º e 02 de junho), a Assembleia Geral da CNBB (virtual de 25 a 29 de abril e presencial de 29 de agosto a 02 de setembro) e a possibilidade da realização da visita Ad Limina, cancelada em 2020 por causa da pandemia.

O Presidente do Regional Sul 3 da CNBB, dom José Gislon, explica que o encontro foi, primeiramente, um momento onde se pôde olhar toda a caminhada da Igreja no Rio Grande do Sul a partir da realidade de cada arqui/diocese neste ano de 2021.

“Podemos perceber tantas coisas bonitas acontecendo nas nossas Igrejas particulares, junto ao Povo de Deus, onde se priorizou acima de tudo o cuidado pastoral e as realidades que tocaram e feriram o povo, principalmente a questão da carência social que atingiu muitas famílias”, ressalta dom José.

Sobre o planejamento para o novo ano que se aproxima, o Presidente relata:

“Partilhamos a caminhada da Igreja no Brasil e aquilo que se refere à nossa realidade no RS, perspectivas e esperanças que tocam o nosso coração de pastores e que toca também o coração do povo de Deus diante de toda a caminhada sinodal que estamos fazendo. Foi o momento de estarmos juntos, partilharmos, rezarmos e confraternizarmos, tendo presente que já há mais de um ano não nos encontrávamos mais entre todos os bispos do Regional. Foi um momento de graça, de luz, de fé e de esperança”, conclui dom Gislon.

Os bispos eméritos presentes no encontro: dom Hélio Rubert, dom José Mário Stroeher e dom Paulo de Conto

O bispo diocesano de Erexim, dom Adimir Mazali tomou posse no dia 12 de julho de 2020 e participou pela primeira vez deste encontro do episcopado. Para ele, foi uma alegria encontrar todos os irmãos bispos desta vez. Além disso, ele ressalta que “a escuta uns dos outros em suas realidades demonstrou um verdadeiro espírito sinodal e uma comunhão de irmãos. Nosso regional possui uma grande riqueza de iniciativas pastorais, muitos desafios e longo caminho a percorrer. Mas o Espírito de Deus nos conduz”.

Dom Paulo de Conto, emérito de Montenegro desde 2017, também esteve presente e explica que, mesmo emérito, procura sempre participar pois trata-se de um encontro de irmãos. “Além dos temas propostos é momento muito rico na comunhão de alma, na partilha de vida. A vida de cada irmão interessa a todos. A partilha de bens espirituais e materiais enriquece a colegialidade. Todos somos irmãos”, destaca dom Paulo.

CNBB Sul 3