Notícias › 19/08/2019

JTchêJ reúne mais de 750 jovens católicos em Caxias do Sul

Evento aconteceu no sábado e contou com catequeses, missa e festa com DJ
 
A terceira edição da Jornada Diocesana da Juventude de Caxias do Sul, batizada de JTchêJ, reuniu mais de 750 jovens no último sábado, 17 de agosto. O evento aconteceu no Seminário Nossa Senhora Aparecida e contou catequeses de hip hop  e grafite, comunicação, políticas públicas e também sobre o documento do Papa Francisco “Christus Vivit” e projeto de vida.
Jovens de diversas cidades da região participaram do encontro, dentre elas Cambará do Sul, Nova Prata, Nova Araçá e Bento Gonçalves. A JTchêJ teve ainda a celebração da missa, presidida pelo administrador apostólico da diocese de Caxias do Sul, dom Alessandro Ruffinoni, e a mensagem do bispo eleito, dom José Gislon, que será empossado no dia 08 de setembro. Ao final da Eucaristia foi feito o anúncio da sede da JTchêJ 2020, que será a cidade de São Marcos.
Um momento particular foi a partilha da jovem Victória Holzbach, de Passo Fundo e que foi missionária, durante três anos no projeto Igrejas Solidárias em Moçambique, na África. Ela retornou ao Brasil em julho deste ano. Por fim, a JTchêJ encerrou com a festa católica embalada pelo DJ Alan Nunes, que tocou sucessos remixados e fez a galera sair do chão.
O assessor diocesano do Setor Juventude, padre Marciano Guerra, faz uma avaliação do encontro. “Superou nossas expectativas, e muito. Estávamos esperando 500 pessoas e esse ginásio ficou lotado com mais de 750 jovens. Dom Alessandro nos lembrou que precisamos fazer barulho na sociedade e dizer que Cristo Vive e olhando essa galera é fácil de dizer que Ele vive e renova a vida da Igreja”, salienta.