NOTA DE SOLIDARIEDADE › 01/04/2019

Nota de Apoio e Solidariedade

A Diocese de Santo Ângelo, do Rio Grande do Sul, como Igreja-Irmã, manifesta seu apoio e
solidariedade ao bispo de Marabá, Dom Vital, que, enquanto assessor da CPT – CNBB Norte 2,
denuncia conflitos e mortes recentes (22 de março), resultados da ganância pelas terras e águas
na região de Tucuruí.
A terra, nossa casa comum, é dom de Deus para todos. A abundância da água traz vida à terra:
permite viver, plantar e colher. Por isso, como cristãos e pessoas que acreditam em Jesus Cristo,
fazemos nossas as palavras de Dom Vital Corbellini, ao denunciar a morte de três pessoas, no
Assentamento Salvador Allende, lideranças do MAB – Movimentos dos Atingidos por Barragens.
Foram mortas três pessoas que apenas queriam viver e se preocupavam com a vida de todos os
atingidos por barragens: Dilma Ferreira da Silva, seu esposo Claudinor Costa e Hilton Lopes. São
mortes de trabalhadores, trabalhadoras atingidos por barragens, revelando assim a violência
dos poderosos em relação aos pequenos, em relação às barragens, ao povo do campo.
Em tempo de Campanha da Fraternidade, é lamentável que ainda haja tanto conflito e morte.
“Como cristãos e pessoas da sociedade” – afirma Dom Vital – “exigimos a apuração desses
crimes, que sejam reforçadas medidas para os assentados em barragens, porque a água deve
ser para a vida e não para a morte”.
Que sempre nos fortaleçam e animem a presença e o projeto de Jesus: “Eu vim para que todos
tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10,10).
Em nome da diocese de Santo Ângelo:
+ Bispo Diocesano –  Dom Liro Vendelino Meurer