Artigos, Bispos › 01/12/2021

Tempo de corrigir os rumos

Advento, tempo de preparação ao Santo Natal de nosso Senhor Jesus Cristo, tempo de piedosa esperança, tempo de irmos preparando nossos corações para a celebração festiva e alegre do mistério da Encarnação: “Deus colocando sua tenda entre nós”.

O profeta nos garante que “todas as pessoas verão a salvação de Deus”. Pedro adverte que “Deus está usando de paciência para conosco. Pois não deseja que alguém se perca” (2Pd 2,9). Paulo garante: “É vontade de nosso Pai que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade” (1Tm 2, 3-4). Sabemos que somos povo de Deus a caminho e que Deus está continuamente nos visitando.

No evangelho deste Domingo, João Batista prega um batismo de conversão para o perdão dos pecados. Deus se faz preceder por um mensageiro que anuncia: “voz de quem clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai as veredas para Ele. Todo vale será aterrado, toda montanha e colina serão aplainadas; as passagens tortuosas ficarão retas, e os caminhos esburacados serão nivelados. E todos os homens verão a salvação que vem de Deus” (Lc 3, 4-6).

João Batista está ciente de ser enviado por Deus para preparar o terreno: “Depois de mim vem alguém mais forte do que eu. Eu nem sou digno de me abaixar para desamarrar suas sandálias. Eu vos batizo com água, Ele vos batizará no Espírito Santo”.

Advento vislumbra acontecimentos que se aproximam: “Todas as pessoas poderão ver a salvação de Deus”. Essa é a Boa Notícia que se torna realidade com a vinda de Jesus. Fiquemos felizes porque, revestido da nossa fragilidade, Jesus veio a primeira vez para realizar o eterno plano do amor do Pai e abrir-nos o caminho da salvação, e, futuramente, ele virá uma segunda vez para nos conceder em plenitude os bens prometidos que, hoje, vigilantes esperamos.

A Palavra de Deus que vamos ouvindo neste tempo de Advento, nos ajude a acolher o que está por vir: o novo normal que somos chamados a ajudar a construir.

Percebemos que tudo convida a uma espera vigilante e uma piedosa expectativa. Tudo nos leva a cantar: “João Batista vem ensinar os caminhos a preparar!”

O modo melhor para preparar os caminhos do Senhor, devemos descobri-lo. Todos temos nossos montes a serem nivelados, nossos vales a serem preenchidos, nossas curvas a serem endireitadas. Não percamos a oportunidade de iniciarmos um caminho de conversão. Abramos nosso coração ao amor misericordioso do Pai que nos quer presentear com uma vida nova e cheia de esperança.

Para refletir: Como estou me preparando para celebrar o mistério da Encarnação? Consigo ver a riqueza de mensagens de esperança que esse tempo suscita? Estou colocando algo diferente que possa expressar meu desejo de conversão e crescimento espiritual neste Natal do pós-pandemia? Qual o meu rumo? O caminho que estou seguindo para onde me leva? Para qual porto seguro?

Textos bíblicos: Baruc 5,1-9; Fil 1,4-6.8-11; Lc 3,1-6; Sl 125(126).

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osório