Artigos, Bispos › 03/05/2019

Um dia na Assembleia dos Bispos

Os bispos dos Brasil, todos os anos se reúnem em Assembleia Geral,  junto ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo. São dez dias de encontro,  de oração, de estudo, de reflexão e de decisões.

É um verdadeiro pentecostes,  pois congrega os bispos de todas as regiões do país, que se reunem movidos pelo Espírito Santo e em obediência a sua vocação apostólica, no Santuário da Padroeira do Brasil. São bispos que representam as mais de 250 Dioceses do nosso país. São bispos titulares das Dioceses, coadjutores, auxiliares e também vários bispos eméritos. Além dos bispos, participam os assessores e assessoras da Conferência e de todos os Regionais da CNBB. Também há uma grande multidão de outros irmãos e irmãs que, com seus dons e profissionalismo, participam deste grande evento.

O cotidiano destes dez dias é intenso. A oração perpassa todos os momentos da Assembleia. Despertamos pelas 5hs da manhã para nos prepararmos e tomar café, de modo que, já às 7h30, estarmos no Santuário para a Missa com Laudes. É uma Celebração em comunhão com uma multidão de fiéis e peregrinos, e conectada com todo Brasil,  pois é transmitida pela TV, rádio e internet. Ao longo do dia são varios os momentos de oracão e outras celebrações. A programação da Assembleia,  contempla também um retiro espiritual, este ano pregado por Dom José Tolentino Mendonça, Arquivista do Vaticano. Além das meditações do Retiro,  temos também uma Celebração Penitencial. Sendo assim, toda Assembleia é uma bonita experiência de oração.

Cada ano, a Assembleia tem um tema central e muitos outros temas que são trabalhados. Este ano, os bispos estão empenhados na elaboração, na discussão e na aprovação das novas Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja do Brasil (2019-2022). Neste ano de 2019 acontece também a escolha da nova presidência da CNBB e dos presidentes das comissões episcopais e do representante no Celam (conselho episcopal latino americano).

Ao longo destes dez dias de Assembleia acontecem muitas reuniões e o trabalho de muitas comissões. Além da programação que perpassa todo o dia, até às 20hs, seguem outros eventos, reuniões e sínteses,  que se estendem até bem mais tarde.

Cada Assembleia é também um tempo de convivio,  e muito diálogo, de modo especial dos bispos que foram colegas de estudos ou que formam turma, pelo ano de nomeação e ordenação episcopal.

De tudo o que acontece, o mais importante é celebrar a comunhão da Igreja. Jesus escolheu os Apóstolos e os constituiu como Doze, um colégio apostólico. Nós bispos, sucessores dos Apóstolos, por nossa identidade e vocação, formamos um colégio. Somos chamados a testemunhar a comunhão que vem de Cristo e pela qual dedicamos nossa vida e nosso ministério em cada diocese.

+ Dom Carlos Romulo – Bispo da Diocese de Montenegro.