WEBMAIL

Agentes da Pastoral Afro do Regional Sul 3 participam de Congresso em Salvador

A cidade de Salvador (BA) acolheu nos últimos dias 22 a 25 de setembro o X Congresso Nacional de Entidades Negras Católicas. O encontro, realizado no Centro de Treinamento de Líderes, em Itapuã, contou com a participação de cerca de 150 pessoas de vários estados brasileiros. Participaram do encontro o bispo Dom Zanoni, Referencial da CNBB Nacional e 15 Padres e vários Quilombos, Congados e representantes de Ordens Terceiras de Nossa Senhora do Rosário dos Homens e Mulheres Pretos. Entre os delegados, estavam 10 representantes do Regional Sul 3: 5 da Arquidiocese de Porto Alegre e 5 da Arquidiocese de Pelotas.

Para seguir a programação dos quatro dias de encontro e iluminar a proposta metodológica, o Congresso contou com a inspiração do Documento de Aparecida (96): Comunidades Negras: Descolonizar as mentes, o conhecimento; recuperar a memória histórica; fortalecer os espaços e relacionamentos interculturais.

O Pe. Wilfrido Mosquera, que coordena a Pastoral Afro no Regional Sul 3, participou do encontro e avalia de forma muito positiva este X Congresso: Foi uma experiência pessoal e coletiva indescritível. É muito importante estar presente neste evento para fortalecer nossa identidade de forma afetiva e efetiva revisitando nossa cultura e percebendo o grande legado deixado por nossos antepassados. A ancestralidade nos move a fazer memória, destaca Pe. Wilfrido.

No Rio Grande do Sul, as arqui/dioceses gaúchas estão em processo de articulação da Pastoral Afro, algumas mais avançadas e outras ainda formando lideranças para a atuação na pastoral. Neste sentido, o encontro contribui também para fortalecer a caminhada da Pastoral no Estado, através dos 10 agentes participantes do encontro em Salvador.

Neste sentido, Pe. Wilfrido aponta que o Congresso é um momento fundamental na articulação e fortalecimento da Pastoral:

Este encontro nos abre a possibilidade da toma de consciência de sermos Igreja em saída sem perder a nossa identidade como negros e negras, a sermos também protagonistas desta caminhada eclesial. De fato, o congresso nos ajudou a fortalecer mais a nossa visão e compromisso tendo como princípio a sinodalidade. Somos comprometidos e queremos continuar a ser nesta construção eclesial, finalizou o coordenador estadual.

Objetivos Específicos

Entre os objetivos deste X Congresso Nacional estava: fortalecer o diálogo com os agentes leigos, padres e bispos; favorecer o diálogo interreligioso; promover diálogo bi-lateral com as religiões de matriz africana em sua diversidade, num mútuo respeito às tradições; implementar a ação da Pastoral Afro-brasileira junto às Irmandades, Congadas, paróquias, dioceses e regionais da CNBB; dialogar com os Movimentos Negros na construção de uma Sociedade justa e fraterna; promover a paz e o Bem Comum, para diminuir a intolerância, racismos e preconceitos; além de ser espaço de memória reflexiva que atualiza o compromisso da fé cristã com um projeto de evangelização inclusiva e prática antirracista; e estimular a vivência de uma espiritualidade inculturada a partir da Cruz de Cristo (Gl 6,14; Jo 19,25-27).

CNBB Sul 3