WEBMAIL

Diocese de Rio Grande

DIOCESE DO RIO GRANDE

Vacante

Administrador Diocesano
Pe. Gil Raul Pereira Júnior
Email: ichbingil@gmail.com

Referências

VIGÁRIO GERAL

Nome: Gil Raul Pereira Júnior
Email:  ichbingil@gmail.com

 

CHANCELER

Nome: Gil Raul Pereira Júnior
Email: ichbingil@gmail.com

 

ECÔNOMO

Nome: Peterson Pedroso de Figueiredo
Email: petersonpedrosofigueiredo@gmail.com

 

Histórico

Situada em uma região com uma população predominantemente católica, em 6 de agosto de 1736, em uma provisão da Diocese do Rio de Janeiro, foi criada aí a primeira Paróquia do atual território do Rio Grande do Sul. A cidade de Rio Grande foi fundada um ano depois, em 1737. O prédio da atual Catedral de São Pedro foi construído em 1755, sendo o mais antigo do Estado ainda em funcionamento. A princípio a paróquia pertencia à Diocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, passando a pertencer em sete de maio de 1848 à recém-criada Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul em Porto Alegre e em 15 de agosto de 1910 à Diocese de Pelotas.

Em 1971, com a instalação da Diocese do Rio Grande, a Matriz é elevada à condição de Catedral e Dom Frederico Didonet designado seu primeiro Bispo. Seu sucessor foi Dom José Mário Stroeher, hoje Bispo Emérito da Diocese, ordenado em 25 de março de 1983. No dia 17 de fevereiro de 2016, o Papa Francisco aceitou seu pedido de renúncia, nomeando dom Ricardo Hoepers como Bispo Diocesano do Rio Grande.

Cerca de sete anos depois, em 25 de abril de 2023, durante a 60ª Assembleia Geral da CNBB, Dom Ricardo foi eleito Secretário-Geral da CNBB, o que motivou sua transferência para Brasília, com Bispo Auxiliar. Atualmente a Diocese do Rio Grande está vacante.

A Diocese é composta por 18 paróquias e aproximadamente 150 comunidades, distribuídas em um território composto por seis cidades: Rio Grande, São José do Norte, Mostardas, Tavares, Santa Vitória do Palmar e Chuí.

A Diocese do Rio Grande tem uma programação anual muito significativa, a qual movimenta muitos fiéis com momentos marcantes de fé. Entre eles está a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes com a tradicional procissão marítima, Corpus Christi, Festa de São Pedro padroeiro da cidade de Rio Grande e a Romaria Diocesana de Nossa Senhora de Fátima.