WEBMAIL

Catedral de Passo Fundo acolhe ato Inter-Religioso

Na noite de quarta-feira, 15 de maio, assinalando a Semana de Oração pela Unidade Cristã, a Catedral Nossa Senhora Aparecida, em Passo Fundo, acolheu um ato inter-religioso tendo presente a dramática situação que assola o Estado do Rio Grande do Sul. Centenas de pessoas, de diversas comunidades e tradições religiosas responderam ao convite e se uniram em oração em favor das vítimas das enchentes.

A celebração foi conduzida por representantes das tradições religiosas presentes: Pe. Ari Antônio dos Reis, da Comunidade Católica; Monge  Daiho, da Comunidade Budista Shantideva; Berel Natan Engelman, da União Israelita; Babalorixá Ipácio Carolino, da tradição de Matriz Africana; Pastora Roseli Romi Buchmayer, da Comunidade de Confissão Luterana; e Ironita Policarpo Machado, representante da União Municipal Espírita. Estiveram também presentes o Arcebispo de Passo Fundo e Referencial para o Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso no Regional Sul 3, dom Rodolfo Luís Weber e o Pastor Adercio Kronbauer.

Num primeiro momento, a assembleia pode acompanhar a apresentação de diversos símbolos da tragédia e também símbolos da imensa solidariedade humana com os milhares de  atingidos e desabrigados, enquanto se rememorava, através do canto litúrgico, a versão musicada de Deuteronômio 30, 19: Diante de ti ponho a vida e ponho a morte, mas tens que saber escolher;  Se escolhes matar, também morrerás; Se deixas viver, também viverás. Então viva e deixa viver.

Na sequência,  os representantes de cada tradição religiosa fizeram a proclamação de um texto sagrado da sua tradição espiritual. À solene proclamação, a assembleia presente correspondia com respeitoso silêncio e espírito de profunda comunhão. Da mesma forma, os representantes religiosos, cada qual em sua própria forma e linguagem, puderam fazer uma oração por todos os que sofrem com esta tragédia.

Num gesto simbólico, a Assembleia foi convidada a apresentar a sua solidariedade através da oferenda de alimentos, que serão destinados aos desabrigados. Após, em uníssono, todos rezaram a “oração por nossa terra”, retirada da Carta Encíclica “Laudato Sí”  – Louvado Sejas, sobre o cuidado da casa comum,   do Papa Francisco. Como conclusão do ato, todos foram convidados à saudação da paz.

Pe Ari Antonio dos Reis, agradeceu aos participantes, realçando a simbologia deste momento celebrativo,  de unir a todos os que buscam a Deus, por diferentes caminhos espirituais, na solidariedade em favor dos sofredores do nosso tempo.

 

Com informações da Arquidiocese de Passo Fundo