Notícias › 04/09/2018

Pastoral da Sáude: congresso e assembleia reúnem agentes em SP

São Paulo – O XXXVII Congresso Nacional da Pastoral da Saúde aconteceu em São Paulo, nos dias 1 e 2 de setembro, tendo  o tema: Protagonismo dos Leigos (as) e o SUS. Simultaneamente aconteceu a Assembleia Nacional da qual participam os Coordenadores Regionais e os Arqui/Diocesanos. Este Congresso de Humanização da Pastoral da Saúde se caracteriza por uma formação de alto nível, bem como partilha de experiências entre os Agentes da Pastoral da Saúde, vindos de norte a sul, de leste ao oeste do país. Isto leva os agentes a se empoderarem mais da missão do cuidado da vida, proposta por Jesus e ressaltada em nossa Igreja como uma das grandes prioridades que garantem nossa fidelidade ao projeto de Deus.

Do Rio Grande do Sul participaram cinco pessoas: Ir. Elise Sehnem, coordenadora do Regional Sul3 da CNBB, padre Sergio Luís Endler, Capelão do Hospital Divina Providência (PoA), Beno Konrad, coordenador da Arquidiocese de Pelotas, Madalena Ribeiro Bremm, coordenadora Diocesana de Santo Ângelo, e Eni Cecília Bahia, coordenadora da Arquidiocese de Porto Alegre. “Para mim participar do Congresso Nacional da Pastoral da Saúde, primeiramente foi uma alegria muito grande e também uma oportunidade de conhecer um evento tão relevante. Foi  um momento de sinodalidade. Que todo o caminho tem um início, meio e fim, porém  é uma  missão permanente. Além disso, ressalto a troca de experiências, convivência, celebração e sobretudo a formação”, destacou padre Sérgio Luís Endler.

“Pela primeira vez participei do Congresso Nacional da PS, por meio do qual pude entender mais como funciona a pastoral. Também onde obtive uma maior aprendizagem e a clareza da nossa importância como agentes, sendo que somos muito mais que meros voluntários e sim estamos a serviço da Igreja, trabalhando em favor da vida, tanto na cura, mas também na prevenção. O nosso trabalho inicia a partir de nós mesmos e depois para os outros.”, disse Madalena  Ribeiro Bremm. “Recomendo a participação  de todos (as) coordenadores (as) nos próximos eventos da pastoral. Destaco a organização, os palestrantes e os conteúdos de alto nível”, compartilhou Beno Konrad.