WEBMAIL

Diocese constitui Ouvidoria Canônica para a Proteção de Menores e vulneráveis

Em Carta Apostólica de 07 de maio de 2019, o Papa Francisco determinou que cada Diocese constitua um ou mais sistemas estáveis e acessíveis ao público, uma espécie de ouvidoria canônica, para apresentar eventuais denúncias de delitos contra o sexto mandamento da Lei de Deus cometidos por ministros ordenados ou membros de Institutos de vida consagrada ou de Sociedades de vida apostólica, particularmente contra menores ou pessoas vulneráveis.

O prazo para constituir esta comissão se esgota no dia primeiro de junho próximo. Atendendo a esta determinação, a Diocese de Erexim organizou esta Comissão, promulgando-a na quinta-feira, dia 14, festa de São Matias.

A comissão visa garantir que todas as instituições católicas que realizam seu trabalho pastoral no território diocesano seja seguro e livre de abuso sexual, principalmente para menores e pessoas vulneráveis. Ela também deve prestar assistência à eventual vítima e sua família, proporcionando acolhimento, escuta e acompanhamento, inclusive através de serviços específicos, assistência espiritual, médica, terapêutica e psicológica, além de recolher elementos detalhados, numa prévia investigação.

Integrantes da Comissão Diocesana de proteção a menores e pessoas vulneráveis na Diocese de Erexim:

Fonte: Diocese de Erexim