WEBMAIL

Diocese realiza 20ª Romaria da Santa Cruz com público reduzido

Limitada pela pandemia da Covid-19, a 20ª Romaria da Santa Cruz, no dia 12 de setembro, aconteceu com a participação de 200 pessoas. Até às 14 horas do dia 10 a permissão máxima era para 150 pessoas. Depois a prefeitura autorizou a participação de até 300 pessoas. Participaram caravanas representativas de 9 comarcas, sendo as únicas ausentes as comarcas de Arroio do Meio e Encantado.

A Romaria iniciou às 8h45m na esquina da Avenida Prefeito Orlando Oscar Baumhardt com a rua Dom Antonio Reis, debaixo de um intenso nevoeiro e sou um vento gelado. Às 9 horas Dom Aloísio presidiu a missa no lugar onde está sendo edificado o Altar Monumento da Romaria. A animação esteve ao encargo do professor Abílio Piovesan junto com os seminaristas e um grupo da cidade de Santa Cruz do Sul. A liturgia e a reflexão da caminhada foram conduzidas por um grupo da Paróquia dos Santos Mártires das Missões de Linha Santa Cruz. A prefeita municipal se fez representar por João Cassep, sub-prefeito de Linha Santa Cruz.

A procissão e a missa foram transmitidas pelas Redes Sociais e pela Rádio Santa Cruz. Ao mesmo tempo, as comunidades foram motivadas a fazerem suas celebrações, sintonizadas com os romeiros que estavam no Seminário São João Batista. Na homilia, partindo do Evangelho (Mc 8,27-35), Dom Aloísio destacou a centralidade da cruz, convidando os romeiros a responderem: “Quem é Jesus Cristo para mim?” E, a partir da resposta, não fugir da cruz, mas fazer o que foi proposto para a 20ª Romaria: “Toma tua cruz e me segue”. Durante toda a manhã estiveram presentes as milhares de pessoas que foram vítimas da Covid-19 na região e no Brasil, com seguidas invocações pelo fim da pandemia.

Nos dias que antecederam a Romaria, aconteceram dois momentos de oração, transmitidos pelas Redes Sociais. Na quarta-feira, dia 8, o Setor Jovem da Diocese realizou uma hora de Adoração ao Santíssimo e, no dia 10, o Seminário Propedêutico fez a Oração da Via Sacra. No dia da Romaria, depois da missa, os padres oportunizaram confissão aos romeiros, enquanto um grupo de leigos da Paróquia de Linha Santa Cruz disponibilizou um lanche para os romeiros que vieram dos lugares mais distantes. A coordenação geral da Romaria esteve ao encargo do Reitor do Seminário Propedêutico, Pe. Marcelo Carlesso, que manifestou o ardente desejo de que, em 2022, o campo será ocupado por milhares de romeiros para agradecer a superação da pandemia.

Com informações da Diocese de Santa Cruz do Sul