WEBMAIL

Dom Jacinto Bergmann

Jacinto Bergmann_brasão (1)

DOM JACINTO BERGMANN

IN NOMINE TRINITATIS – EM NOME DA TRINDADE

ARCEBISPO DE PELOTAS

E-mail: domja@arquidiocesedepelotas.org.br

 

Jacinto Bergmann, sexto filho de Antônio e Regina Bergmann, nasceu em Alto Feliz, Rio Grande do Sul, no dia 29 de outubro de 1951. Após seus estudos primários em sua terra natal, em 1957 ingressou no Seminário Menor São José, da Arquidiocese de Porto Alegre, em Gravataí.

Em 30 de outubro de 1976 foi ordenado sacerdote, na capela Bom Jesus do Carmelo de São Leopoldo. Iniciou seu exercício sacerdotal como vigário paroquial na Paróquia São Pedro, em Porto Alegre, de 1977 a 1981. Fez mestrado em Ciências Bíblicas, no Pontifício Instituto Bíblico, em Roma; e na Escola Superior de Teologia Sankt Georgen, em Frankfurt, nos anos de 1981 a 1986 e em 1994, fez uma atualização em Ciências Bíblicas na Faculdade de Teologia, em Trier, Alemanha.

Foi por muitos anos professor em diversas instituições: no Instituto de Teologia e Ciências Religiosas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre; no Centro de Estudos Teológicos João Vianney, no Seminário Maior de Viamão; no Instituto de Teologia Paulo VI em Pelotas; no Instituto Missioneiro em Santo Ângelo; na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana em Porto Alegre; no Instituto de Teologia em Cascavel e no Centro Universitário La Salle em Canoas. Neste tempo, também atuou como assessor da Pastoral da Juventude na Arquidiocese de Porto Alegre, diretor do Centro de Estudos Teológicos João Vianney, em Viamão e coordenador de pastoral na Arquidiocese de Porto Alegre.

No dia 8 de maio de 2002, o Papa João Paulo II o nomeou bispo titular de Ausuccura e auxiliar na então Diocese de Pelotas. Foi ordenado bispo na Catedral São Francisco de Paula, em Pelotas, por Dom Jayme Henrique Chemello, no dia 14 de julho de 2002.

No dia 15 de junho de 2004, o Papa João Paulo II, o nomeia como bispo diocesano de Tubarão, em Santa Catarina. Cinco anos depois, em 1º de julho de 2009, é nomeado para bispo da Diocese de Pelotas, sucedendo a Dom Jayme Henrique Chemello; toma posse da diocese no dia 27 de setembro de 2009, dia que a Igreja Católica no Brasil celebra como o Dia da Bíblia.

No dia 13 de abril de 2011 o Papa Bento XVI o elevou a dignidade de arcebispo, data da criação da Província Eclesiástica de Pelotas e da elevação da Diocese para Arquidiocese de Pelotas.