WEBMAIL

EPIFANIA: Deus se manifesta ao mundo

Minha saudação aos irmãos e irmãs que acompanham a Voz da Diocese. Celebramos a Solenidade da Epifania do Senhor, ou seja, sua manifestação ao mundo representada pela chegada dos Reis Magos na gruta de Belém, encontrando o menino Jesus com sua mãe Maria e José.

Caros irmãos e irmãs. Deus se manifesta ao mundo, na figura dos Reis Magos que simbolizam o mundo inteiro em adoração ao menino Jesus na gruta de Belém. Desta forma o mundo todo rejubila pela presença de Deus e recorda suas grandes obras em favor de todo o povo. Diz o profeta Isaías na Primeira Leitura: “Levanta-te, acende as luzes, Jerusalém, porque chegou a tua luz, apareceu sobre ti a glória do Senhor […] Os povos caminham à tua luz e os reis ao clarão de tua aurora” (Is 60, 1.3). A terra toda encheu-se de luz, pois veio ao mundo a luz de Deus. Todos os olhos se voltam à Belém e os joelhos se dobram em adoração.

Em torno a esta realidade apresenta-se o projeto de Deus que vai reunir toda a humanidade para abraçar a salvação oferecida por Ele, formando uma única comunidade de amor. São Paulo revela aos Efésios que, já não existe mais distinção entre judeus e pagãos, mas todos são “admitidos à mesma herança, são membros do mesmo corpo, são associados à mesma promessa em Jesus Cristo” (Ef 3,6). Recordamos em outra passagem da Escritura que diz: “Deus não faz distinção de pessoas” (Rm 2,11). Por isso, todos os povos são contemplados com a graça da salvação oferecida em Jesus Cristo. Como Igreja, povo de Deus precisamos nos sentir todos irmãos, herdeiros da mesma graça. Fazer qualquer distinção de pessoas significa distanciar-se da proposta do Reino de Deus, pois Ele veio para todos indistintamente. Da mesma forma, todos são chamados a fazer a experiência de ir ao seu encontro.

Na passagem do Evangelho, Mateus fala da fé em Jesus como o Messias universal retomando o texto de Isaías ao falar dos Magos, vindos do Oriente ao encontro do menino para adorá-lo. “Eis que alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém, perguntando: ‘Onde está o rei dos judeus, que acaba de nascer? Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo’” (Mt 2,2). Os reis das nações pagãs chegam de longe para adorar o menino e oferecer ricos presentes: Ouro, Incenso e Mirra, que simbolizam a Realeza, a Divindade e a Humanidade de Jesus.

Prezados irmãos e irmãs. Nesta Solenidade da Epifania do Senhor somos convidados também, como pessoas de boa vontade a buscar o Salvador e a fazer a experiência do encontro com Ele, como fizeram os reis magos do Oriente, oferecendo-lhe o presente de nosso amor, de nossa adoração e o nosso compromisso cristão.

Com “corações ardentes e pés a caminho” no espírito do 3ºAno Vocacional, o Senhor nos abençoe e nos guarde todos os dias de nossa vida a fim de que unidos a todas as nações vivamos em atitude de adoração ao menino Deus manifestado ao mundo nesta festa que hoje celebramos.

Deus abençoe a todos e um bom domingo.

Dom Adimir Antonio Mazali – Bispo Diocesano de Erexim