WEBMAIL

Fortalecidos pelo Espírito Santo

Continuando nossa reflexão sobre o Mês Missionário: “A Igreja é Missão” chegamos ao dia da Coleta Missionária, onde todos somos chamados a participar. A mensagem do papa continua a nos inspirar e iluminar. O texto iluminador: “Recebereis a força do Espírito Santo e sereis minhas testemunhas” é um indicativo interessante e consolador, justamente porque o envio em missão não se apoia apenas em capacidades humanas, que por mais importantes que sejam são sempre limitadas, mas na força do Espírito Santo. Fortalecidos e guiados pelo Espírito Santo, contando com a força da Graça de Deus é que conseguiremos evangelizar de verdade.

Segundo Atos 1,8 com a descida do Espírito Santo sobre os discípulos se realizou o primeiro testemunho querigmático de Cristo morto e ressuscitado no discurso missionário de São Pedro aos habitantes de Jerusalém. Assim começava a Era da Evangelização do mundo por parte dos discípulos de Jesus. O Espírito Santo lhes deu força, coragem e sabedoria para dar testemunho de Cristo diante de todos.

Como ninguém pode dizer: ‘Jesus é o Senhor’ senão pela ação do Espírito Santo (1Cor 12,3), nenhum cristão pode dar testemunho pleno e genuíno de Cristo Senhor sem a inspiração e ajuda do Espírito Santo. Assim que cada discípulo missionário de Cristo precisa crer, confiar e deixar-se iluminar e conduzir pelo Espirito Santo. Como insiste o papa: “Receber a alegria do Espírito é uma graça. E é a única força que podemos ter para pregar o Evangelho e confessar a fé no Senhor”. Portanto, o Espírito Santo é o verdadeiro protagonista da missão: é Ele quem dá a palavra certa no momento justo e sob a devida forma.

O mesmo Espírito, que guia a Igreja universal, inspira também homens e mulheres simples para missões extraordinárias. Foi o que aconteceu com a jovem francesa, Pauline Jaricot, há 200 anos, fundando a Associação para a Propagação da Fé. Com recursos precários, acolheu a inspiração de Deus e colocou em movimento uma rede de oração e coleta para os missionários. Dessa ideia genial, nasceu o Dia Mundial das Missões que celebramos todos os anos para apoiar a atividade missionária pelo mundo.

Outras iniciativas surgiram através de pessoas simples, que fortalecidas e guiadas pelo Espírito deram origem a iniciativas importantes como a Santa Infância (IAM), a Obra de São Pedro Apostolo, todas voltadas à missão evangelizadora da Igreja universal e nas Igrejas locais.

Ao dizer que espera que as Igrejas locais encontrem, nas Obras Pontifícias, um instrumento seguro para alimentar o espírito missionário no Povo de Deus, o papa Francisco nos mostrar o caminho seguro para a animação missionária das nossas comunidades. Isso me leva a dizer que, enquanto nossas paróquias não tiverem ao menos um grupo de infância ou adolescência ou juventude missionária, não estão completas, não foram plenamente evangelizadas. Deixemo-nos tocar, fortalecer e conduzir pelo Espírito Santo que algo novo e bom vai acontecer.

Para refletir: Estou percebendo a presença e atuação do Espírito Santo? Sinto-me fortificado por Ele e impelido a dar testemunho de Jesus? Como é a minha oração? Qual vai ser a minha doação para ajudar as missões no mundo? Que tal falar em família e juntar um troco de todos os membros e ofertá-lo na ora da coleta na Missa do Dia Mundial das Missões?

Textos Bíblicos: 2Tm 4,6-8.16-18; Lc 18, 9-14; Sl 33(34).

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osório