WEBMAIL

Jesus nasce hoje, quando vivemos o Batismo

Neste domingo, abrimos um novo Ano Litúrgico com o ciclo do Advento, tempo que nos prepara para a celebração festiva do Santo Natal, rememorando o nascimento de Jesus, o Filho Unigênito de Deus. O subsídio em preparação ao Natal, proposto pelo Regional Sul III, acentua a palavra “hoje”, ajudando-nos a entender que o Natal não é um acontecimento passado e desconectado da vida, mas sim algo presente e sempre atual.

É Natal quando nos dispomos a renascer e deixar que Deus penetre em nossa vida. O subsídio, pedagogicamente, traz presente quatro circunstâncias em que podemos vivenciar essa atualidade do acontecimento natalino: Jesus nasce hoje quando vivemos o Batismo, quando celebramos a Eucaristia, quando acreditamos na família e quando participamos da comunidade.

Achei genial essa proposta e vale a pena vivenciar esse conteúdo nos nossos Grupos Eclesiais que costumam se encontrar nesse tempo privilegiado para renovar sua esperança naquele que nos vem trazer a paz. Jesus nasce hoje, quando vivemos o Sacramento do Batismo. O Batismo é o primeiro sacramento da Iniciação à Vida Cristã. Ele perdoa o pecado original, nos faz participar da vida de Deus, nos incorpora a Cristo e à sua Igreja.

O Batismo de Jesus foi o primeiro Batismo no Espírito Santo e tornou-se modelo e fonte de todo Batismo cristão. Os efeitos do Batismo são significados pelo rito do Sacramento. O mergulho na água apela ao simbolismo da morte e purificação, mas também da renovação.

“Logo que Jesus saiu da água, João viu os céus se rasgarem e o Espírito, como pomba, descer sobre ele. E dos céus veio uma voz: ‘Tu és o meu Filho amado; em ti eu me agrado’” (Mc 1,10-11). Com o batismo, passamos a pertencer à família de Deus. Sempre que nos esforçamos em viver o nosso Batismo, aquele “hoje nasceu para nós o Salvador” acontece no aqui e agora de nossa história pessoal e comunitária.

Mas o que significa viver o Batismo?

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osório