WEBMAIL

Jesus, porta e pastor

No evangelho deste domingo, Jo 10,1-10, Dia Mundial de Oração pelas Vocações, Jesus se apresenta com duas imagens que precisam ser olhadas com muito carinho para colher a mensagem que nos querem transmitir: a porta e o pastor.

Para entender a fala de Jesus, precisamos saber que no tempo Dele, especialmente na Galileia, onde Jesus viveu por 30 anos, era um contexto rural e o pastoreio era uma das formas mais comuns de sobrevivência. Todo mundo sabia que os pastores à tardinha reuniam suas ovelhas em currais comuns e, em turno, cuidavam delas. Pela manhã, apareciam para conduzi-las às pastagens. Cada um tinha o seu assobio, chamavam-nas por nome e estas saíam pela porta e seguiam mansamente o seu pastor.

Tendo presente isso, entendemos melhor quando diz: “Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas… Ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz para fora… caminha à sua frente e elas o seguem, porque conhecem sua voz. Mas não seguem um estranho”. Era assim que acontecia.
Como não entenderam, explica com clareza: “Eu sou a porta das ovelhas, quem entrar por mim será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem… Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”. Assim revela sua identidade e missão.

A ‘porta’ tem dúplice função: quando fechada dá segurança para quem está em casa e aberta sinaliza a liberdade de sair para as verdes pastagens, beber nas fontes puras e cristalinas, refazendo as energias, convivendo com outros, felizes e contentes porque à tardinha tem onde repousar em segurança.

O ‘pastor’ tem a missão de cuidar das suas ovelhas e conduzi-las para onde precisam ir. Ele conhece e chama cada uma pelo nome e elas o seguem. É uma sintonia incrível, uma intimidade e familiaridade que nem sempre encontramos nos humanos. Ele acompanha cada uma e se por acaso uma se perde ou fica para trás, a procura até encontrá-la e a reconduz em segurança com as demais.

Jesus se apresenta como o Pastor autêntico, aquele que o Pai envia para cuidar o povo querido de Deus. Diferentemente dos que roubam e usam o povo, Jesus vem para servir e dar a vida, chamando pelo nome. Ele se deixa conhecer, para que aqueles que são seus não sejam enganados por líderes perversos. Ao se apresentar como Porta para as ovelhas, se oferece como passagem para os que desejam a liberdade de entrar, sair e encontrar vida abundante. Por isso diz com todas as letras: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

Jesus, o Bom Pastor, quer todos colaborando no seu projeto de salvação e convida alguns para dedicar-se, total e exclusivamente, em ajudar as pessoas a encontrar a porta/o caminho da salvação e da vida plena.

Para refletir: Como é o meu conhecimento de Jesus? Como me relaciono com Ele? Sinto sua proximidade e cuidado comigo e com meus irmãos? O que posso fazer para que haja mais bons pastores para o serviço do Reino? E você, jovem cristão, não poderia ser um deles?
Textos bíblicos: At 2,14.36-41; Jo 1, 1-10; Sl 22 (23).

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osório