WEBMAIL

Nossa Senhora de Todos os Nomes

“Alegre-se, cheia de graça, o Senhor está com você!” (Lc 1,28) Com essas palavras Lucas nos mostra como uma jovem da Galileia foi convidada a fazer parte do projeto salvífico de Deus e ajudou a transformar a história da humanidade. Era uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José, diz o evangelho. E o seu nome era Maria. Simplesmente Maria. Mas, então, por que será que esta jovem passou a ser conhecida por tantos nomes diferentes? Não sei dizer ao certo quando essa inquietação começou a ressoar dentro de mim, mas já desde criança algo me fazia questionar.

Com o passar do tempo a curiosidade aumentou e a solução foi começar a reunir todos os nomes usados para invocar a Mãe de Jesus. Comecei pelos mais conhecidos: Nossa Senhora Aparecida, de Fátima, de Lurdes, da Paz, da Saúde, dos Navegantes… Logo descobri que muitos desses nomes estão ligados a santuários e imagens especiais (Candelária, Lujan, Lapa, Loreto, Penha…); outros são provenientes de aparições, momentos fortes de manifestação de sua santidade e amor à humanidade (Fátima, Guadalupe, Salete…); alguns estão relacionados a fatos marcantes da vida da Mãe de Deusou a traços de sua personalidade (Anunciação, Natividade, Desterro, Visitação, Dores, Alegria…); além dos dogmas e conceitos teológicos (Imaculada Conceição, Assunção…), etc.

Enfim, não demorou para eu perceber que o forte amor que os primeiros discípulos dedicavam a Maria passou a caracterizar também as demais gerações de cristãos, surgindo com o tempo inúmeros títulos marianos, associados a diferentes fatos e características da Mãe de Jesus. Todos esses nomes ou devoções foram brotando espontaneamente da fé do povo que recebeu Maria como sua própria mãe (cf. Jo 19,26). São um sinal claro de respeito e de carinho, o reconhecimento de que aquela jovem de Nazaré é modelo de fé, de vida e de seguimento.

E assim nasceu o livro “Nossa Senhora de todos os nomes”. Cada nome de Maria reflete um lugar, um contexto, uma história, uma devoção. Para recuperar e conservar essa grande riqueza, pensei em reunir todos esses títulos em um livro, enfatizando a sua origem e tradição e propondo uma oração para que a nossa aproximação a Maria, e por ela ao seu Filho Jesus, seja sempre mais intensa e frutífera.

A primeira edição reuniu cerca de 260 títulos marianos, mas logo nas primeiras semanas comecei a receber indicações de “nomes” que não apareciam na lista. Durante algum tempo fui organizando e pesquisando tais títulos, que são agora descritos nesta nova edição, revista e ampliada. São cerca de 100 novos títulos acrescentados. Se alguma vez você também se perguntou “por que Nossa Senhora tem tantos nomes?”, não deixe de ler este livro. As orações e história dos 365 títulos marianos ali presentes certamente lhe ajudarão a rezar e a aumentar o seu amor e devoção à Maria, nossa Mãe, de modo especial neste mês de maio a ela dedicado.

Para comprar, clique aqui.

 Frei Darlei Zanon é religioso paulino, natural de Carlos Barbosa – RS.