WEBMAIL

Obrigado, Diocese de Uruguaiana

 

Recebi do Papa Francisco, no dia 31 de maio de 2017, a nomeação de bispo da Diocese de Uruguaiana e em 20 de julho do mesmo ano fui empossado. No último dia 2 de maio veio a nomeação para assumir a Arquidiocese de Cascavel, no Paraná. Passaram-se sete anos à frente da Diocese de Uruguaiana, um tempo de muitas graças, e senti de perto a presença de Deus agindo em nossa história. O sentimento é de gratidão: primeiro a Deus, que, em sua sabedoria, misericórdia e imenso amor de Pai, conduz a tudo com paciência.

Em segundo lugar, gratidão ao querido povo da Diocese de Uruguaiana, a todos os fiéis que compõem o Corpo de Cristo. Expresso minha profunda gratidão por sua fidelidade, oração e participação ativa na vida da Igreja. Vocês são a Igreja viva, testemunhas do amor de Deus no mundo, e juntos somos chamados a construir o Reino de Deus aqui na terra. Agradeço por sua colaboração, solidariedade e compromisso com a missão evangelizadora da Igreja.

Em terceiro, gratidão aos nossos amados padres pela dedicação em organizar comunidades e celebrar os sagrados mistérios do Senhor. Manifesto minha gratidão por sua disponibilidade, generosidade e cuidado pastoral. Eles são instrumentos de Deus para nutrir a fé, fortalecer a comunidade e conduzir no caminho da santidade.

Aos diáconos, servidores humildes e zelosos da Igreja, manifesto minha gratidão por seu serviço aos mais necessitados, atenção aos excluídos e marginalizados, e disposição em servir onde a caridade mais se faz necessária. À vida religiosa consagrada, agradeço pela vocação e exemplo de serviço desinteressado e amoroso, pelo testemunho de doação, unidade e caridade.

Aos movimentos, associações laicais e serviços eclesiais, obrigado pela lealdade a Igreja, paixão por Cristo e pelo Reino de Deus; muito obrigado aos não medem esforços pelo sucesso da missão de pregar e testemunhar o Evangelho.

À nossa querida CNBB que, superando as diferenças, sabe trabalhar junto em vista da unidade do processo de evangelização no Brasil. É uma bênção fazer parte dessa Conferência. Agradeço e louvo a Deus por sua proximidade com o povo, escuta atenta e exemplo de serviço desinteressado.

Ao Santo Padre, Papa Francisco, manifesto minha profunda admiração e gratidão por seu exemplo de humildade, misericórdia e amor incondicional. Sua liderança inspiradora e compromisso com a justiça social e a paz são um farol de esperança para todos nós. Agradeço por sua orientação sábia e constante chamado à unidade e à compaixão.

Que esta expressão de gratidão seja um sinal do meu reconhecimento e apreço pelo trabalho e testemunho de todos aqueles que dedicam suas vidas ao serviço de Deus e do próximo. Que o Senhor, fonte de toda bondade e misericórdia, abençoe e fortaleça cada um de vocês em sua missão, e que juntos possamos continuar a ser sal e luz neste mundo sedento de amor e esperança.

Para concluir, dia 12 de maio ordenarei presbítero o Diácono Lucas Pretto e no dia 14 participarei da Reunião do Clero, encerrando assim minha participação à frente da Diocese de Uruguaiana. No dia 9 de junho serei empossado na Arquidiocese de Cascavel.

Um abraço a todos e todas, com sincero agradecimento e fraterno afeto,

 

                                            Dom José Mário Scalon Angonese – Bispo Diocesano de Uruguaiana