WEBMAIL

“Podemos estar ilhados, mas nao isolados”, afirma a Presidência do Regional em nota de solidariedade

O Regional Sul 3 da CNBB emitiu na manhã desta quinta-feira (02), através de sua Presidência, uma nota de solidariedade pelas vítimas das fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul nestes dias.

O texto aponta que o momento é mais crítico do que no ano passado, quando o Estado foi desolado por chuvas que deixaram mais de 30 óbitos.

Constatam-se mortes, desabrigados, ilhados, pontes caídas, estradas bloqueadas,  destruição de casas e de construções. Parte da população está sem energia elétrica e com o abastecimento de água comprometido. A crise climática tem causado grande instabilidade e insegurança em todo nosso Estado”, afirma a nota.

Até este momento, 134 municípios foram afetados e relataram estragos em diversos níveis, afetando mais de 40 mil pessoas. O boletim desta manhã da Defesa Civil reporta 3079 pessoas desabrigadas, 5257 desalojadas e 12 feridos. Até agora, há registros de 21 pessoas desaparecidas e 13 óbitos.

Diante deste cenário de desolação, o episcopado gaúcho chama à solidariedade e a fé:

“O empenho das instituições governamentais, militares e civis dedicadas à defesa da vida, o envolvimento de nossas comunidades eclesiais abrindo suas portas para acolher os que perderam tudo. É como orienta o Papa Francisco: fizemos de nossas comunidades Hospitais de Campanha que socorrem imediatamente quem precisa. Há coletas de doações que estão sendo realizadas em todo Estado e especialmente o Regional  Sul 3 organizou uma campanha para socorrer os diversos municípios.

Por fim, o documento lembra: Nossa fé em Cristo impele-nos para continuarmos criando laços de amizade social, pois podemos estar ilhados, mas não isolados.

Lembre-se de colaborar na Campanha de Solidariedade!

Abaixo, você pode ler a nota completa:

 

CNBB Sul 3