WEBMAIL

Seminário de Erechim recebe menção honrosa pelos 70 anos na Câmara de Vereadores

O Seminário Nossa Senhora de Fátima, de Erechim, recebeu na última semana a menção honrosa pelos seus 70 anos, na Câmara de Vereadores de Erechim. A proposta foi da vereadora Sandra Picoli Ostrowski, que contou com o apoio dos outros 17 vereadores do município.

A sessão especial para a entrega da referida menção ocorreu na tarde do dia 21 de agosto, festa litúrgica de São Pio X. Na mesa estrava a presidência da Câmara, o Vice-Prefeito Flávio Tirello, o Vigário Geral da Diocese, Mons. Agostinho Dors, representando o Bispo dom Adimir Antonio Mazali, e Pe. José Carlos Sala, Reitor do Seminário e do Santuário de Fátima.

Depois dos protocolos iniciais, foi projetado o vídeo institucional com dados históricos do Seminário, com depoimento de uma ex-professora leiga, Maria Elisa Zordan Franceschi, e de um ex-aluno, Edson Rosa, e intervenções do Pe. Sala.

A placa da menção de honrosa diz: Câmara de Vereadores de Erechim, Estado do Rio Grande do Sul. O presidente da Câmara de Vereadores de Erechim no uso de suas atribuições conferidas pela Lei Orgânica do Municipal e Regimento interno, outorga MENCÃO HONROSA ao Seminário N. Sra. de Fátima Erechim, pelos 70 anos de relevante trabalho, pois se consolidou como um importante centro de formação humana, intelectual e religiosa. Gabinete da Presidência, agosto 2023

O pronunciamento da Vereadora Sandra e depoimento de Anacleto Zanella

Começou destacando reconhecimento e importância da Igreja Católica e sua contribuição na história da região, na educação, na saúde e outros setores da sociedade. Observou que o Seminário, embora com objetivo específico da formação de padres, foi fundamental para a formação de muitos profissionais atundo em diversas áreas, inclusive nesta casa legislativa. Considerou-o uma casa-escola com tempo integral de formação também integral. Abrigou a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, UERGS, a Universidade Federal Fronteira Sul, UFFS. Foi e é espaço para muitos cursos, reuniões e assembleias de diversas instituições. Mencionou o curso de servidores de comunidades, do qual seu pai também participou. Ressaltou que o Seminário, junto ao Santuário, é ponto turístico da cidade, não só de oração, mas de convivência das famílias, verdadeiro patrimônio, da cidade e região. Manifestou carinho e gratidão a todos que trabalharam e continuam trabalhando pelo Seminário Nossa Senhora de Fátima de Erechim. Convidou o Vereador Anacleto Zanella para participar do pronunciamento, como ex-aluno do Seminário. De forma espontânea e com muita convicção, testemunhou sua gratidão e alta consideração pelo Seminário. Oriundo de família simples do interior de São Valentim, não teria tido oportunidade de estudos não fosse sua mãe encaminhá-lo para o Seminário com o desejo de vê-lo padre. Enfatizou o tempo integral de estudo, convivência, esporte, oração e outros meios formativos. Por esta razão, defende a escola de tempo integral.

O pronunciamento do Pe. José Carlos Sala

Em sua saudação inicial aos componentes da mesa, aos presentes, agradeceu à vereadora proponente da menção honora, ela que é atuante na comunidade, catequista, com histórico na pastoral da juventude e grupos de pastoral da Igreja. Transmitiu saudação do Bispo Diocesano Dom Adimir, impossibilitado de estar presente e que enviava profundos sentimentos de gratidão por este momento de valorização e reconhecimento pela história do Seminário Nossa Senhora de Fátima. Ressaltou a importância da história para o discernimento e atuação em cada momento que se vive. Historiou as tratativas de Dom Cláudio Colling, Bispo da Diocese de Passo Fundo em 1951, para construção do seu Seminário Menor em Erechim, os trabalhos para concretizar o projeto, a participação de muitos colaboradores, a inauguração em 1956, com a presença dos então Presidente e Vice-Presidente da República, mudanças acontecidas. Destacou que o Seminário se consolidou como centro de formação de lideranças para a Igreja e para a sociedade como um todo. Os mais diversos grupos realizam ali seus cursos, reuniões, assembleias. As atividades escolares foram interrompidas em 2013. Atualmente, o Seminário abriga o curso propedêutico, tempo de um ano ou menos de preparação para a filosofia e a teologia.  Uma parte do prédio foi adaptada para ser o Lar Sacerdotal, espaço para padres idosos ou em tratamento de saúde. Observou que, atualmente, o Santuário exerce papel de centralidade na identidade de todo o complexo. Um lindo e amplo lugar numa área privilegiada de nossa cidade; arborizado, belo e harmônico em todos os seus traços. Um lugar de fé, de espiritualidade, um lugar de paz e de encontro com Deus. Um lugar de referência para a cidade, a região e a diocese. Nele, todos os anos acontece a Romaria de Fátima que, pela lei nº 3409 de outubro de 2001, aprovada por esta casa e sancionada pelo prefeito municipal, declarou a Romaria de Fátima como Bem Imaterial integrante do Patrimônio Cultural do Município de Erechim.

Com informações da Diocese de Erexim