WEBMAIL

Somos chamados à solidariedade: Vítimas das fortes chuvas e ventos no RS ainda precisam de ajuda

As fortes chuvas resultantes do ciclone extratopical que atingiu o Rio Grande do Sul na última quinta-feira, 15 de junho, deixaram milhares de famílias desabrigadas e desalojadas, além de 13 mortos e 3 desaparecidos. A Desfesa Civil soma 41 municípios do Estado atingidos de forma mais intensa pelo ciclone, principalmente no Litoral Norte e nos Vales do Rio dos Sinos e do Caí, além da região metropolitana de Porto Alegre.

Entre estes locais, alguns dos que mais sofreram com o ciclone estão na Diocese de Osório. Na região, a situação é de desolação e muito sofrimento e ainda há cidades que precisam de apoio. Além de oferecer nossas orações neste tempo, somos também chamados a gestos concretos de solidariedade, partilhando o que podemos para auxiliar os desabrigados que enfrentam a falta de suprimentos emergenciais como água potável, colchões, cobertores, comida, material de higiene pessoal e para limpeza das residências.

Ainda no final de semana as paróquias da Diocese de Osório se mobilizaram para receber doações de todos os tipo em favor dos atingidos. Mas há muito ainda a se fazer para auxiliar o povo desabrigado e desalojado e, por isso, a Diocese disponibiliza o PIX para quem puder auxiliar com qualquer valor. Estes recursos serão destinados para as situações de maior emergência nas famílias das paróquias mais necessitadas nesse momento.

Doe qualquer valor por meio do PIX: mitra@diocesedeosorio.org – Identifique na descrição que a sua doação é para este fim.

Veja a seguir as paróquias que precisam de maior apoio neste momento:

Dom Jaime Pedro Kohl, bispo diocesano de Osório, reforça o chamado à solidariedade:

Cáritas Regional

Para ajudar em outras regiões do Estado que sofreram com as fortes chuvas e ventos, a Cáritas Regional do Rio Grande do Sul também lançou uma campanha para arrecadar recursos para ajudar as famílias atingidas. Confira abaixo as informações:

CNBB Sul 3