WEBMAIL

Veja as homenagens a Nossa Senhora Aparecida e Fátima no RS

Em todo o Estado acontecem nos próximos dias homenagens a Nossa Senhora Aparecida e Fátima. Algumas são bastante tradicionais, como as de Erexim e Cruz Alta, que já estão na 67ª edição, a 38ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida da Arquidiocese de Passo Fundo e a maior procissão do Estado, feita com motos, em Porto Alegre no dia 12 de outubro. Abaixo, um apanhado das programações pelo Rio Grande do Sul.

Cruz Alta

Neste domingo, 14, será realizada a 67ª Romaria ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Cruz Alta, com o tema “Vós sois o sal da terra e a luz do mundo” (Mt 5,13-16). A missa de acolhida inicia em frente à Catedral, às 8h, de onde sairá a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, levada em procissão até o Santuário. A Missa principal, no Santuário, está prevista para as 10h. Pelo segundo ano consecutivo, os jovens pertencentes a diversos grupos das paróquias da Diocese de Cruz Alta se apresentam no flash mob Mariano. Neste ano, a coreografia será baseada no Hino oficial da Jornada Mundial da Juventude de 2019 e pretende reunir um número ainda maior de participantes. A apresentação será na parte da tarde, as 14h. Antes, porém, os romeiros que estiverem no Santuário poderão assistir a apresentação da Banda da AD3, as 13h30min. Durante toda a manhã, padres da Diocese estarão atendendo confissões aos que desejarem. Neste ano, haverá apenas uma Imagem de Nossa Senhora de Fátima, que permanecerá no altar mor durante o dia. Na capela do Santuário, lugar de silêncio e oração, durante todo o dia, estará exposto o Santíssimo Sacramento, que será conduzido, em procissão até o altar mor para a realização da Bênção da Saúde, às 14h30min, retornando à capela posteriormente.

Erexim

Assim como Cruz Alta, a Romaria de Nossa Senhora de Fátima da Diocese de Erexim está na 67ª edição. Com o tema “Cristãos leigos e leigas, como Maria, a serviço da vida e da paz” e lema “Vós sois o sal da terra e a luz do mundo!” (Cfe. Mt 5,13-14), inicia às6h, com missa no Santuário, presença da equipe de liturgia e padres do Seminário de Fátima, e Procissão da Catedral ao Santuário, às 9h. Consulte mais detalhes da programação.

Passo Fundo

No mesmo dia 14, com início às 6h para a acolhida dos romeiros, fiéis caminham, lado a lado, em direção ao Santuário Nossa Senhora Aparecida buscando a proximidade daquela que é a padroeira do Brasil e da Arquidiocese de Passo Fundo. Além da fé de cada um, a 38ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida é orientada, também, por um lema: “Aparecida, clamamos por paz”. Em sintonia com a Campanha da Fraternidade deste ano, que tratou do tema da superação da violência, a Romaria também definiu três intenções de oração: “Para que o nosso clamor por paz nos comprometa na superação da violência, fruto de tantas injustiças em nossa sociedade”; “Para que em cada comunidade surjam novas vocações e, a exemplo de Maria, deem seu sim generoso a Deus” e, por fim, “Para que nossas comunidades eclesiais assumam as urgências pastorais do 17º Plano de Evangelização de nossa Arquidiocese”. Junto à Romaria, ocorre a Mostra de Ações Sociais Solidárias – um espaço para a economia solidária – que desde 2014 reúne os grupos que se constituem a partir do conceito de economia solidária, acompanhados pela Cáritas Arquidiocesana e que busca comungar da espiritualidade inerente à celebração. Este ano, os empreendimentos solidários, associações, cooperativas e obras sociais estão se preparando para vivenciar, no dia 14 de outubro, a 5ª edição do evento. Além do dia da peregrinação, – ponto alto das comemorações -, a programação oferece, tradicionalmente, diferentes oportunidades de encontro da comunidade com a santa. A programação inicia na sexta-feira, 12 de outubro, com diferentes celebrações durante o dia e, especialmente, a Romaria das Crianças, às 14h. No sábado (13), o Santuário acolhe a Romaria da Pessoa Idosa com celebração festiva, às 16h. Além disso, durante o dia 14 de outubro, acontece, também, a 5ª Mostra de Ações Sociais Solidárias – que envolve os grupos da economia solidária acompanhados pela Cáritas Arquidiocesana.

Rio Grande

Em Rio Grande será realizada a 44ª Romaria de Nossa Senhora de Fátima, às 9h, com saída da paróquia Nossa Senhora Auxiliadora até o Santuário de Fátima, com o tema: “Com Maria, igreja em saída a serviço do Reino.” (Lc 1, 39-56). O trajeto vai seguir as ruas Buarque de Macedo, Cristóvão Colombo, Av. Portugal, Aquidaban, Dezenove de Fevereiro, Vinte e Quatro de Maio, Dr Nascimento e Canabarro. O diferencial deste ano será a rampa de acesso à entrada lateral do Santuário, recentemente construída para atender a acessibilidade de deficientes e pessoas com dificuldades de locomoção. Um palco será montado, com toda a estrutura necessária, no Colégio São Francisco, onde será realizada a Missa Campal. No interior do Santuário, haverá telão para as pessoas que optarem por permanecer sentadas no interior do tempo.

Pelotas

Em Pelotas, os devotos de Nossa Senhora Aparecida reúnem-se às 9h na Paróquia Nossa Senhora de Fátima. No final da tarde, às 18h, será realizada a Oração do Rosário, seguida pela Santa Missa (19h) e Procissão Luminosa. “A bem-aventurada Virgem Maria mãe de Deus no mistério de Cristo e da Igreja é o tema das homenagens neste ano.

Chuí

A fé está aumentando no Extremo Sul do país e o Chuí realiza nesta sexta-feira, 12, a Romaria de Nossa Senhora Aparecida, que inclui a 12ª Peregrinação e a 1ª Festa dos Motoristas do Chuí e de Santa Vitória do Palmar. A peregrinação vai percorrer 20 quilômetros, saindo da frente da igreja Matriz de Santa Vitória até o Chuí. O início da caminhada está marcado para às 5h do feriado. O mesmo trajeto será percorrido pela carreata, que vai sair às 7h. Haverá bênção aos veículos e Missa Campal, na Praça 22 de Outubro (Chuí), que será presidida pelo Bispo Dom Ricardo Hoepers. Às 11h30min haverá bênção individual dos peregrinos e, às 12h, almoço de confraternização no CTG Querência, em benefício da Paróquia do Chuí.

Porto Alegre

Na capital, além das inúmeras homenagens que ocorrem nos vicariatos, uma celebração bastante tradicional é a 44ª Procissão das Motos, que reúne mais de 20 mil motociclistas que percorrem diversas ruas e avenidas, com saída da Rótula das Cuias, na Cidade Baixa, até o Porto Seco, no dia 12, a partir das 7h. O trajeto, que inicia com bênção de Dom Adilson Busin, dura um pouco mais de uma hora e é acompanhado por agentes da EPTC e Brigada Militar.