Notícias › 19/09/2018

Encontro de Formação Missionária reuniu seminaristas

Erechim – Entre os dias 14 e 16 de setembro, 33 seminaristas de 11 Dioceses do Rio Grande do Sul, que forma o Regional Sul 3 da CNBB, participaram do terceiro Encontro de Formação Missionária de Seminaristas (Formise), no Seminário e Santuário de Fátima de Erechim, rezando, refletindo sobre a realidade missionária da Igreja e partilhando suas experiências. O encontro contou com a presença do padre Antônio Niemiec, da Congregação do Santíssimo Redentor (CSSR), secretário da Pontifícia União Missionária e da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB; do padre Rodrigo Schüler de Souza, da Diocese de Osório e coordenador do Conselho Missionário Regional (ComireRS), e de Daniela Gamarra, também do Comire. O objetivo do encontro foi promover a formação missionária para os seminaristas da filosofia e teologia das Dioceses do Rio Grande do Sul. Teve a assessoria do padre Antônio Niemiec e de Dom José Gislon, Bispo de Erexim.

Dando abertura ao encontro, na sexta-feira (14), à tarde, padre Antônio enfatizou a importância da atividade missionária, como “principal e mais sagrada atividade da Igreja” (AG, 29, Documento do Concílio Vaticano II sobre a atividade missionária). Nela, “Deus é plenamente glorificado” (AG, 7). Fundamentado na Sagrada Escritura e nos Documentos do Magistério da Igreja, ele afirmou que a cooperação missionária é o sinal da maturidade da fé, que se expressa na oração pelas necessidades do mundo, nos gestos concretos de ajuda material e na disponibilidade a serviço da obra missionária. A razão de ser da Igreja não é para si mesma, mas para o outro, para o povo de Deus. Padre Antônio foi enfático ao afirmar que não haverá nenhuma renovação missionária nas Igrejas se estas não se projetarem para além das suas fronteiras. Elas são chamadas a revitalizar o modo de ser católico, em estado permanente de missão, dando cumprimento ao mandato de Jesus: “Ide fazei discípulas todas as nações”.

Na manhã de sábado (15), o momento de formação foi assessorado por Dom José. Ele abordou a importância da formação missionária para os seminaristas. Segundo ele, se os discípulos não tivessem se colocado em missão, hoje o Senhor não seria conhecido. Fazendo uma recuperação da caminhada histórica da Igreja, destacou que o espírito missionário sempre esteve presente na Igreja, ora mais evidente, ora menos. Muitos missionários e missionárias, que partiram pelo mundo para anunciarem o Evangelho, não tiveram uma formação adequada sobre a missão. Mas todos tinham consciência profunda do valor da entrega em favor do Reino de Deus. Foram disponíveis para partir, muitas vezes sem rumo certo, e consumiram a vida longe de casa, mas perto do Povo de Deus. Também disse que o centro irradiador da missão está passando da Europa para as periferias, especialmente para a África.

Na tarde do sábado, padre Antônio retomou muito do que disse no dia anterior e, depois, a partir da frase do Papa Francisco: “Todo homem e mulher é uma missão” (Mensagem para o Dia Mundial das Missões de 2018), ressaltou que a missão é mais do que uma tarefa da Igreja, ou realização de tarefas missionárias. Ela está radicada no próprio ser de Jesus Cristo e de seus Apóstolos, entendida como um “sair de si mesmo” em direção aos outros, rompendo o narcisismo, o olhar sobre si mesma, e se abrindo aos desafios do mundo. Por isso, cada batizado é um missionário. No domingo (16), pela manhã, padre Rodrigo apresentou a equipe do Colegiado do ComireRS. Depois, mostrou um vídeo produzido pelo Regional sobre o Projeto Missionário do Regional Sul 3 em Moçambique. Também anunciou a celebração dos 25 anos desse projeto, em 2019, em todo o Estado do Rio Grande do Sul e em Nampula, naquele País. O coordenador regional do Conselho Missionário de Seminaristas (Comise), Lucas André Stein, do quarto ano de teologia da Diocese de Erexim, agradeceu às Pontifícias Obras Missionárias (POM), ao ComireRS e aos seminaristas a oportunidade de ter assumido essa função. Recordou alguns compromissos do Comise Regional para os próximos tempos, especialmente o III Congresso Missionário Nacional de Seminaristas que acontecerá em julho do próximo ano, em Santo Antônio da Patrulha. Por fim, o seminarista Danton Pereira, da Arquidiocese de Porto Alegre, foi indicado como novo coordenador para os próximos dois anos. (Fotos: Ricardo Witt)